/
/
/
Como é o Natal em Portugal?

21 de diciembre, 2022

Como é o Natal em Portugal?

Sabia que portugueses têm a tradição de não arrumar a mesa após a ceia do dia 24? E que utilizam pinheiros naturais em casa? Descubra como é o Natal em Portugal.
Did you know that the Portuguese have the tradition of not setting the table after supper on the 24th? And that they use natural pine trees at home? Find out what Christmas is like in Portugal.
Lectura: 6 min

Passar o Natal fora do seu país pode ser uma experiência muito interessante. As tradições, a gastronomia e a maneira de celebrar no estrangeiro costumam ser sempre bem diferentes daquilo que conhecemos em nossa terra. Nesse artigo vamos contar como é celebrado o Natal em Portugal. Um país que, embora bem parecido com o Brasil em vários aspectos, irá te surpreender nessa época do ano…

Como os portugueses celebram o Natal?

A Festa de Natal é uma celebração muito importante em Portugal, que é um país predominantemente católico. Cerca de 80% da população declara ter o catolicismo por religião. Trata-se de uma festa tradicional e familiar, reunindo várias gerações e, por vezes, amigos muito próximos.

Como Portugal está localizado no hemisfério norte, o natal acontece no inverno, e dependendo da localização, poderá estar bastante frio, e até nevar! No Porto (norte), a temperatura fica por volta dos 8 graus à noite, e em Lisboa (mais ao sul), 13 graus. Desse modo, é comum que as famílias acendam suas lareiras e se reúnam na sala de estar.

Devido à grande religiosidade local, há quem não abra mão de acompanhar a tradicional Missa do Galo, celebrada nas igrejas na noite de natal e também transmitida pela TV aberta.

Entre os mais jovens, também é habitual sair de casa após a meia noite para encontrar amigos e participar de festas badaladas em discotecas e bares.

Quer viver na Europa?

Concretizar seu objectivo de morar na europa ou ter cidadania europeia, pode ser mais simples do que você pensa. Oferecemos suporte personalizado para tornar o processo de imigração mais acessível e descomplicado.

Pinheiros de Natal naturais!

Os pinheiros de Natal natural (de verdade!) costumam estar presentes em muitas residências. Alguns hortos (lojas que vendem plantas) aceitam receber de volta essas árvores após o Natal. Muitas deles reembolsam os compradores com parte do valor pago, ou garantem a troca do pinheiro por outras plantas. Algo que é excelente para o consumidor, que economiza e não fica obrigado a cuidar da planta ao longo do ano. E também é ótimo para o pinheiro, que não corre o risco de ser jogado fora e, melhor ainda, será cuidado por especialistas.

Segundo a revista National Geographic, as árvores de Natal só chegaram à Portugal no século XIX. Mais precisamente em 1844, através de D. Fernando II, que era alemão. Demoraram muitos anos até que a tradição fosse assimilada, sendo o presépio a principal decoração da quadra.

O Pai Natal de Portugal

O doce e bom velhinho, conhecido no Brasil como Papai Noel, é chamado de Pai Natal em Portugal. Ele também costuma dar presentes às crianças. Muitas famílias procuram deitar as crianças antes da meia noite, para preservar esse mistério natalício.

Como é a ceia de Natal em Portugal?

Portugal é um país já famoso por sua gastronomia e mesa farta, em qualquer ocasião. Toda celebração em Portugal envolve comida e MUITA!! O menu vai depender muito da região onde é a festa, mas no existem alguns pratos mais típicos.

Consoada de Natal

Na ceia da noite do dia 24 é conhecida como consoada. Neste dia é tradição servir bacalhau, nas suas mais diversas modalidades e formas de preparo, em especial, em posta alta, acompanhado com legumes e regado a bastante azeite de oliva.

Há quem sirva polvo, nas suas versões à lagareiro ou cozido no forno com batatas à murro.

As carnes mais habituais nessa noite são o cabrito assado (jovem bode) ou o borrego (jovem ovelha).

Além da ceia da noite, é comum as famílias voltarem a se reunir no dia 25, ao almoço. As sobras da noite são transformadas em pratos criativos e deliciosos, como o Farrapo Velho, uma espécie de purê com sobras de bacalhau bem desfiado, que é uma delícia e geralmente só consumido neste dia do ano!

Uma curiosidade: os portugueses têm a tradição de «não levantar a mesa» após a ceia do dia 24. Ou seja, eles mantêm a mesa arrumada (ou melhor, desarrumada) noite adentro. Os novos pratos do dia 25 juntam-se aos doces da noite anterior e a mesa continua posta até o dia seguinte, em homenagem ao menino Jesus.

Leia também: Onde celebrar a passagem de ano no Porto!

Sobremesas de Natal em Portugal

Já que o doce mais conhecido de Portugal é o pastel de nata, muitos ficarão um pouco decepcionados ao saberem que essa não é a iguaria açucarada mais presente na mesa natalícia do povo português! Veja abaixo as delícias mais presentes nas mesas de Natal.

Sobremesas de natal
Bolo-rei, rabanadas e aletria: os destaques doces da festa.

Bolo Rei e Bolo Rainha

Na verdade, para a categoria «sobremesa» existem rei e rainha! Estamos a falar do Bolo Rei e do Bolo Rainha, um «primo» caseiro do panetone, de formato redondo, com um buraco no meio, coberto com frutas cristalizadas e bastante açúcar. A versão «rainha» leva amêndoas em vez das frutas cristalizadas e também pode ser recheada com geleia de chila, uma variedade de abóbora.

Rabanadas

As rabanadas são fatias de pão dormido, amolecidas em leite e açúcar, banhados em ovos e fritos em óleo quente e polvilhados com mais açúcar no final. Também tradicionais no Brasil, aqui podem vir acompanhadas de caldas de caramelo, raspas de limão e frutos secos.

Aletria

Você já comeu macarrão doce? A Aletria é um tipo de massa bem fininha, mais fina que um espaguete comum, preparado com ovos, açúcar e canela. O sabor se assemelha ao arroz doce. Pode ser preparado com água ou com leite. Também é muito presente nas mesas de Natal.

Formigos

Este nome engraçado se dá a este doce típico transmontano. Também chamado de Mexidos é composto por açúcar, fatias de pão ou pão-de-ló, amêndoas ou pinhões, ovos, vinho do Porto e canela.

Perlim já é um evento tradicional nas comemorações de natal em Portugal
O Perlim já é um evento tradicional dentro das comemorações de natal em Portugal.

Como são os Mercados de Natal de Portugal?

As feiras e mercados de Natal são muito comuns na Europa e, em Portugal, não é diferente. Alguns eventos já fazem parte do calendário natalício, a exemplo do Perlim, em Santa Maria da Feira,»O Maior e o Menor Pai do Mundo«, em Águeda, o Centro Mágico de Natal, em Tomar, a Vila Medieval deÓbidos e o Wonderland Lisboa. Além desses, existem muitos outros eventos, de norte a sul do país.

Em muitas cidades, as ruas ganham iluminação especial, que costuma ser ligada no início de dezembro. Neste dia, há festa e, em alguns concelhos, há corais na rua e até fogos de artifício. As vitrines de lojas de rua são enfeitadas com luzes e presépios. Nas padarias famosas se formam filas para comprar bolo rei, roscas e pão de ló. Há ainda Vilas de Natal, pinheiros iluminados, trenó do pai natal e muitas feirinhas, onde é possível encontrar artesanato, roupas, produtos alimentares, livros, decoração, além de enchidos, frutos, compotas, brinquedos, entre outros.

De modo geral, o povo português gosta de adquirir produtos natalícios, como frutos secos e queijos, em lojinhas tradicionais antigas, e costuma apoiar os pequenos comerciantes. A busca por presentes nas lojas de rua é tão grande quanto nos centros comerciais tradicionais (embora cada vez menos). As ruas ficam lotadas de pessoas, mesmo em dias de chuva.

Existe ainda a tradição de ir ao circo. Nesta época, há sempre uma grande variedade de espetáculos do gênero.

O Natal é, sem dúvida, uma festa muito linda de Portugal. Se ainda não esteve no país nesta época do ano, não deixe de vir conhecer! E se planeja mudar para o país ou obter sua cidadania portuguesa, descubra como nossos consultores podem te ajudar na sua jornada!

*Silvia Resende é jornalista na Atlantic Bridge. Baiana, chegou a Portugal em 2015 para construir uma nova vida junto com a sua família. É graduada em Comunicação pela UFBa, no Brasil, e Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto. Já trabalhou como apresentadora de TV, repórter, produtora de eventos, relações-públicas e guia de turismo no Porto. Adora viajar e desbravar o patrimônio cultural e natural de cada lugar por onde passa. Adora a comida típica natalícia e sempre ganha uns quilinhos a mais nesta época.

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Autor:

Atlantic Bridge

También te puede interesar:

Morar em Portugal com cidadania europeia: veja o passo a passo

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 5 min

13 de febrero, 2019

Bandeira italiana

Cidadania Italiana pela Via Judicial: Conheça as Vantagens

Difícil conseguir um agendamento no Consulado Italiano? Descubra como solicitar a cidadania italiana através dos tribunais e acelerar seu processo de cidadania.

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Lectura: 3 min

14 de noviembre, 2023

Investir em imóveis em Portugal é uma grande oportunidade agora. Descubra os motivos e as vantagens neste artigo da Atlantic Bridge.

Investimento Imobiliário: Por que Portugal e por que agora?

Investir em imóveis em Portugal é uma grande oportunidade agora. Descubra os motivos e as vantagens neste artigo da Atlantic Bridge.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 2 min

9 de enero, 2019

Portugal is a popular destination among digital nomads

Nômade Digital: Guia Completo Para Porto e Lisboa

Portugal é um destino popular entre os nômades digitais, eleito o melhor país para o trabalho remoto pelo Momondo e pelo Expat Insider.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 5 min

15 de marzo, 2022

Vista da

Vivir en España: Guía Completa

¿Puede un extranjero vivir legalmente en España? ¡Claro que sí! ¡Aquí explicamos cómo es posible y cómo es vivir en el país!

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Lectura: 5 min

20 de diciembre, 2023

Portugal is considered a gay-friendly destination because several rights that protect LGBTQIA+ citizens are recognized in the country.

Portugal é um país gay friendly?

Portugal é considerado um destino gay friendly porque são reconhecidos no país diversos direitos que protegem os cidadãos LGBTQIA+.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 8 min

23 de agosto, 2022