/
/
/
Top 10 Igrejas Mais Bonitas de Portugal 

28 de abril, 2024

Top 10 Igrejas Mais Bonitas de Portugal 

Na sua opinião, quais as igrejas mais bonitas de Portugal? Conheça a nossa seleção e veja se concorda conosco!
Capela das Almas, uma das igrejas mais bonitas de Portugal
Lectura: 13 min

Ao longo dos séculos, Portugal foi moldado por uma profunda religiosidade. Essa fé se manifestou nos seus belos templos religiosos, famosos pela rica diversidade de estilos arquitetônicos, desde o românico até o neoclássico. Mas o que torna as igrejas portuguesas edifícios realmente especiais vai além da sua arquitetura. É a combinação de elementos decorativos que fala muito sobre a história do país: a talha dourada, os azulejos coloridos, adornos em estuque, as pinturas e esculturas sacras. Nesse artigo tentamos reunir as 10 igrejas mais bonitas de Portugal. Nessa lista não estarão somente igrejas famosas, mas também algumas pérolas escondidas que merecem a sua visita. Eis uma missão nada fácil mas que aceitamos de bom grado! 

Quer viver na Europa?

Concretizar seu objectivo de morar na europa ou ter cidadania europeia, pode ser mais simples do que você pensa. Oferecemos suporte personalizado para tornar o processo de imigração mais acessível e descomplicado.

Entenda a diferença entre capela, igreja, catedral e basílica

A Igreja Católica sempre teve bastante influência em Portugal, que sempre desempenhou um papel importante não só na vida religiosa, mas também social, cultural e até mesmo política. Muitas dessas construções foram financiadas pela elite portuguesa. Essa influência ainda se mantém, de certo modo, nos dias atuais. Segundo o último censo, de 2021, 80% da sua população ainda segue esta religião. Por isso, vamos focar esse texto em templos católicos. Antes de partir para nossa seleção das igrejas mais bonitas de Portugal, entretanto, vale a pena entender qual a diferença entre os termos: capela, igreja, catedral, basílica, santuário, mosteiro e convento.  

Em termos gerais, podemos categorizá-los da seguinte maneira:

  • Capela:  Local de culto de menor dimensão. Muitas vezes parte de um edifício de uma instituição específica, como um hospital, escola ou residência.
  • Igreja: É um templo de culto regular, onde se reúne uma comunidade (Paróquia). Em dimensão, costuma ser maior que uma capela. Também é um termo bastante usado para se referir a qualquer edifício de culto cristão onde ocorrem serviços religiosos.
  • Catedral: Geralmente grande e imponente, é a principal igreja de uma diocese, com serviços solenes e eventos importantes. A característica marcante da catedral é a “cathedra” (palavra em latim para “cadeira”), que é a cadeira, ou seja, sede de um bispo. 
  • Basílica: Título honorífico concedido a igrejas de grande importância histórica ou religiosa, geralmente com privilégios especiais.

Nossa lista também vai incluir santuários e mosteiros católicos:

  • Santuário: Espaço de devoção religiosa associado a milagres, aparições ou peregrinações especiais. Muitas vezes é dedicado a um santo ou figura religiosa específica. Vale ressaltar que os santuários podem incluir igrejas, capelas ou complexos religiosos.
  • Mosteiro: Centro de vida espiritual, estudo e trabalho comunitário, de cariz religioso, que reúne monges ou monjas. Estes vivem sob uma regra monástica específica. Os mosteiros podem incluir igrejas e outras estruturas para a prática religiosa e vida comunitária.
  • Convento: Um convento, por outro lado, é uma comunidade de freiras ou frades que vivem juntos sob uma regra específica, seguindo uma vida religiosa ativa ou contemplativa. Geralmente estão associados a ordens religiosas que se dedicam a atividades pastorais, educacionais ou de caridade, além da vida comunitária e da oração. 

Dito isso, vamos à nossa seleção!

Leia também: Top 7 do patrimônio português

Catedral de Évora (esq.) e Capela das Almas (dir.).

Capela dos Ossos da Catedral de Évora

A Catedral de Évora ou Sé de Évora é uma das maiores e mais importantes igrejas de Portugal. Localizada na cidade de Évora, no Alentejo, esta catedral é um marco significativo da arquitetura em Portugal. Sua construção teve início em 1186, mais precisamente no reinado de D. Sancho I, e se estendeu por vários séculos. Suas ampliações acompanharam as mudanças nos estilos arquitetônicos predominantes na Europa. Desse modo, à sua forma original, que mesclava românico e gótico, foram adicionadas partes em outros estilos, como o renascentista e o maneirista.

O exterior da catedral é imponente, com destaque para as suas torres e fachada principal. O interior é igualmente impressionante, com uma nave ampla e muito alta, capelas laterais ricamente decoradas e um altar-mor elaborado.

No entanto, o que mais chama a atenção dos visitantes é a Capela dos Ossos. Sim, ossos. Trata-se de uma capela interior revestida com os ossos e crânios (reais!) de cerca de 5.000 monges. Esta capela, construída no século XVI, é uma representação da transitoriedade da vida e da mortalidade humana. Parece extremamente macabro colocá-la na lista das mais bonitas, no entanto recebe milhares de visitantes todos os anos, sendo uma das mais comentadas no site TripAdvisor. 

Se você ainda não visitou Évora, coloque-a imediatamente em sua lista! Com apenas 130 km quadrados e 56 mil habitantes, essa pequena cidade é uma jóia que reúne monumentos incríveis, como um templo romano, um centro histórico gótico, aquedutos dos princípios da era cristã, e belas igrejas (a Igreja dos Lóios merece sua atenção!). É parada obrigatória para quem aprecia arquitetura histórica e deseja conhecer a rica herança cultural de Portugal.

Mosteiro da Batalha, cenário do filme Denzel, da Netflix, uma das igrejas mais bonitas de Portugal.
Mosteiro da Batalha, cenário do filme Denzel, da Netflix

Mosteiro da Batalha, Leiria

Um patrimônio religioso de tirar o fôlego, localizado na região da Estremadura, a cerca de 120 km ao norte de Lisboa. O Mosteiro da Batalha é uma verdadeira obra-prima arquitetônica em estilo gótico, que já foi cenário de muitos filmes. Recentemente foi utilizado como set de gravação do filme Denzel, estrelado por Millie Bobby Brown. 

Foi construído em 1386 a pedido de D. João I, Mestre d’Avis, como agradecimento a Nossa Senhora pela vitória alcançada contra os adversários castelhanos na Batalha de Aljubarrota. O edifício foi concluído em 1563, sendo recentemente classificado como Património Mundial da Unesco e eleito como uma das Sete Maravilhas de Portugal em 2007.

Seu interior é especialmente notável. Destaca-se a Capela do Fundador, encomendada por D. João I para servir como um panteão familiar. Nessa capela estão sepultadas figuras ilustres da história portuguesa, incluindo o próprio rei D. João I e rainha Filipa de Lencastre, além do navegador Infante D. Henrique. Também estão sepultados na Batalha o rei D. Afonso V, o rei D. João II e o príncipe herdeiro D. Afonso, em arcas construídas posteriormente (século XX).

Convento de Cristo

Convento de Cristo, Tomar

Localizado em Tomar, é um monumento histórico, fundado em 1162 pelos Cavaleiros Templários. Foi construído inicialmente como um castelo fortificado para proteger peregrinos e defender a região, tendo passado por várias transformações ao longo dos séculos.

Após a extinção da Ordem dos Templários no século XIV, o castelo foi doado à Ordem de Cristo, que o transformou em um convento e desempenhou um papel crucial no apoio às expedições marítimas portuguesas durante a Era dos Descobrimentos. Muitos dos navegadores e exploradores que protagonizaram essas expedições eram membros da Ordem de Cristo, incluindo o Infante D. Henrique, conhecido como o Navegador. Ele residiu no Convento de Cristo em Tomar durante parte de sua vida, tornando-o um importante centro de planejamento e apoio para as explorações marítimas portuguesas. 

Uma das partes mais notáveis do convento é a Charola, uma igreja octogonal ricamente decorada com elementos templários, símbolos religiosos e influências góticas. Também destacam-se as janelas manuelinas, uma marca registrada da arquitetura portuguesa do período.

Foi classificado Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1983 e também serviu de cenário para o filme A Donzela, da Netflix.

Escadatório do Santuário do Bom Jesus

Santuário do Bom Jesus do Monte, Braga

Temos aqui outro monumento também classificado como Património Mundial da Unesco. O Santuário do Bom Jesus do Monte, em Braga, destaca-se pela sua composição, um conjunto arquitetónico-paisagístico que integra: uma igreja, um escadório (onde se desenvolve a via-sacra do Bom Jesus), um funicular e ainda uma área verde. Em 2023, bateu um recorde histórico de visitantes: mais de 2 milhões!

A história do Santuário se inicia no século XIV, quando os primeiros peregrinos teriam erguido uma cruz no alto do Monte Espinho. O santuário que vemos atualmente só começou a ser erguido muito depois,  no século XVIII, em homenagem ao Senhor do Bom Jesus, uma imagem de Cristo crucificado que teria realizado milagres.

Os Escadórios do Bom Jesus, com cerca de 500 degraus, estão divididos em três lanços: o Escadório do Pórtico, o Escadório dos Cinco Sentidos e o Escadório das Virtudes (fé, esperança e caridade).

Este santuário é um lugar mágico que combina fé, arte, história e beleza natural. Uma experiência enriquecedora para o corpo e para o espírito.

Capela das Almas, Porto

 No coração do Porto, cidade sede da Atlantic Bridge, em plena rua de Santa Catarina, podemos encontrar uma belíssima capela totalmente coberta em sua parte exterior por azulejos azuis. Trata-se da Capela das Almas (foto principal), erguida no final do século XVIII. Também chamada de Capela de Santa Catarina, abrigou a Irmandade das Almas e das Chagas de São Francisco, que anteriormente ocupava o também belíssimo Mosteiro de Santa Clara. 

Seu revestimento exterior é atualmente constituído por cerca de 16 mil azulejos que cobrem cerca de 360 metros quadrados de parede. De autoria do artista Eduardo Leite, datam de 1929 e representam os passos da vida de São Francisco de Assis e de Santa Catarina, que são venerados na capela.

Conheça também a nossa seleção de melhores hotéis no Porto.

Capela do Senhor da Pedra

Capela do Senhor da Pedra, Vila Nova de Gaia

Se você fizer a vista a essa capela num dia com neblina, terá uma imagem celestial. A Capela do Senhor da Pedra, na Praia de Miramar, Vila Nova de Gaia, está inusitadamente pousada sobre um rochedo na praia, próximo ao mar. Nas manhãs com bruma, parece flutuar. 

Foi construída em 1686 e tem origem num culto pagão que derivou desde os povos pré-cristãos e cujas divindades se veneravam em plena natureza. Uma lenda local conta a história de um pastor que encontrou uma imagem de Cristo em uma gruta próxima ao local da igreja atual. Essa lenda pode ter sido uma forma de explicar a presença de um local de culto religioso em uma área com prováveis raízes pagãs.

Terá o templo mais tarde sido convertido ao cristianismo, mantendo-se emblemático dada a sua localização impressionante. É o centro de uma das mais tradicionais romarias de Vila Nova de Gaia, realizada anualmente no domingo da Santíssima Trindade.

Igreja de Válega (esq.) e Santa Marinha (dir.), em Ovar, que listam entre as igrejas mais bonitas de Portugal
Igreja de Válega (esq.) e Santa Marinha (dir.), em Ovar.

Igreja de Válega, Ovar 

Entre as igrejas mais bonitas de Portugal, uma das minhas favoritas é a Igreja de Válega, localizada no distrito de Aveiro, conselho de Ovar. Sua construção tem origem em 1746. O prédio atual é posterior a 1787, quando foi destruído num incêndio. Hoje, em seu aspecto final, está coberta por azulejos coloridos, tanto na parte interior quanto na exterior. Eles foram aplicados posteriormente, a partir de 1958, confeccionados na Fábrica Aleluia.

A fachada da Igreja de Válega, coberta na década de 60, mostra imagens simbólicas que representam a fundação da igreja com a entrega das chaves a Pedro, o batismo de Constantino, o Concílio de Trento para combater heresias e estabelecer regras cristãs, e a proclamação do dogma da Imaculada Conceição em 8 de dezembro. É, sem dúvida, uma das mais surpreendentes do país, já tendo sido considerado o terceiro mais belo painel de azulejos do país. 

Santuário de Santa Luzia, Viana do Castelo

No alto do Monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo, ergue-se um dos principais símbolos da cidade. Este belo santuário foi construído no início do século XX, em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus e à Santa Luzia, padroeira dos olhos. Do alto, é possível desfrutar das vistas panorâmicas da cidade de Viana do Castelo, do Rio Lima e do Oceano Atlântico.

A Basílica do Sagrado Coração de Jesus,  com sua imponente cúpula, é o edifício central do santuário e abriga a venerada imagem de Santa Luzia. Em sua arquitetura, apresenta um estilo arquitetônico eclético, mesclando elementos do neobizantino e do neo românico. A basílica pode ser acessada através do monumental escadatório, com cerca de 570 degraus, 

simbolizando a ascensão espiritual dos peregrinos. Seu interior reúne capelas e estátuas que retratam a vida de Santa Luzia, a Paixão de Cristo e outros eventos religiosos. Além disso, abriga um dos maiores órgãos de tubo da Península Ibérica.

O Santuário de Santa Luzia foi classificado como Patrimônio Nacional em 1986 e atrai milhares de peregrinos todos os anos, especialmente em setembro, durante as romarias em homenagem à santa que lhe dá nome.

Santuário de Santa Luzia (esq.) e Basílica da Estrela (dir.).

Basílica da Estrela, Lisboa 

A Basílica da Estrela, localizada em Lisboa, é um belo exemplo da arquitetura religiosa do final do barroco e do neoclássico português. Foi construída no século XVIII por ordem da rainha Maria I e D. Pedro III, como agradecimento pelo nascimento de seu filho e herdeiro, o príncipe D. José (irmão mais velho de D. João VI). Foi a primeira igreja do mundo a ser dedicada ao Sagrado Coração de Jesus e é aqui que se encontra sepultada a monarca portuguesa. A construção teve início em 1779 e foi concluída em 1790.

A basílica é conhecida por sua imponente cúpula e sua fachada neoclássica, inspirada em modelos italianos. O interior é ricamente decorado com mármores coloridos (cinzento, amarelo e rosa), além de esculturas e pinturas de artistas renomados da época. 

Um dos destaques da Basílica da Estrela é o magnífico presépio em tamanho real, feito em cortiça e terracota, uma das maiores atrações durante a época natalícia em Lisboa. De autoria de Machado Castro, este presépio reúne cerca de 500 figuras, recriando cenas bíblicas em um cenário detalhado.

Mosteiro dos Jerônimos

Igreja do Mosteiro dos Jerónimos / Santa Maria de Belém (Lisboa)

O Mosteiro dos Jerónimos, oficialmente conhecido como Mosteiro de Santa Maria de Belém, é uma magnífica obra de arquitetura manuelina localizada em Lisboa. Sua construção foi iniciada no século XVI, durante o reinado de D. Manuel I, para comemorar o sucesso da viagem de Vasco da Gama à Índia. Desse modo, não apenas é um templo religioso como também como um monumento à riqueza proveniente das descobertas marítimas portuguesas.

Este mosteiro é famoso pelo seu estilo arquitetônico exuberante, caracterizado por detalhes ornamentais no estilo manuelino português, como esculturas de cordas e nós, motivos marítimos, símbolos religiosos e elementos da natureza. A fachada do mosteiro, assim como as colunas do seu claustro reúnem uma profusão de detalhes que refletem a influência das viagens e descobertas portuguesas.

No interior, destaca-se a igreja, com seu magnífico altar-mor e os túmulos de várias figuras importantes da história portuguesa. Estão lá sepultados o navegador Vasco da Gama e o famoso poeta Luís de Camões. 

O Mosteiro dos Jerónimos é um dos mais importantes monumentos históricos e culturais de Portugal e foi classificado como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1983. Em 2007, foi considerado uma das Sete Maravilhas de Portugal. Além disso, é um dos destinos mais visitados em Lisboa, atraindo turistas e amantes da história e da arquitetura de todo o mundo.

Igreja de São Domingos (esq.) e Ermida da Lapa (dir.).

 Igrejas mais bonitas de Portugal: Menções honrosas

Escolher as igrejas mais bonitas de Portugal é uma missão nada fácil. Com certeza deixamos de lado muitas que mereciam destaque, seja por sua beleza exterior ou interior. Aproveitamos para citar mais algumas que merecem atenção.

  • Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima: Recebeu mais de 6 milhões de peregrinos em 2023, sendo o maior centro de turismo religioso do país capaz de provocar emoções intensas em fiéis. Destaque para a sua basílica em pedra calcária, erguida no início do século XX. 
  • Igreja Matriz de Santa Marinha da Cortegaça (Ovar): do século XX, está totalmente coberta por azulejos azuis e brancos. 
  • Igreja de São Domingos (Lisboa): Localizada no Rossio, data do século XIII e sobreviveu ao grande terremoto de 1755 e a um incêndio em 1954. 
  • Igreja de São Francisco (Porto): Essa bela igreja levou quase 200 anos para ser finalizada. Predominantemente gótica, tem também elementos românicos, barrocos e clássicos. Destaque para seu interior trabalhado em talha de ouro (cerca de 600kg).
  • Igreja de Santa Clara (Porto): também a talha de ouro dá um brilho especial a esta pequenina igreja que assim como a anterior pertencia a Ordem dos Franciscanos. 
  • Igreja de São Martinho de Soalhães (Marco de Canaveses | Algarve): Outro belo exemplo da riqueza da talha dourada em estilo barroco, que se popularizou em Portugal no século XVII.
  • Ermida de Nossa Senhora da Lapa (Vieira do Minho): localizada próxima do Gerês em Soutelo, foi construída na década de 60 dentro de um grande penedo. Segundo a lenda, Nossa Senhora teria aparecido a uma jovem pastorinha no local, inspirando peregrinações e a construção da ermida.
Igreja de Soalhões (esq.) e Igreja de Santa Clara (dir.).

Deseja morar em Portugal?

Sentiu-se inspirado pela cultura e história deste país encantador? Quer transformar essa admiração em uma experiência de vida? A Atlantic Bridge está aqui para ajudar. Nossa expertise em cidadania e vistos pode facilitar sua jornada para viver em Portugal. Entre em contato conosco hoje e descubra como podemos tornar seu sonho de residir neste país exuberante uma realidade.

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Autor:

Atlantic Bridge

También te puede interesar:
Discover how Portugal is becoming a leader in clean energy in Europe. Atlantic Bridge has the latest insights.

Portugal: Um dos Líderes em Energia Limpa na Europa

Descubra como Portugal está liderando a revolução da energia limpa na Europa. Saiba mais sobre as iniciativas sustentáveis do país!

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 4 min

18 de abril, 2022

Cidadania Portuguesa por Tempo de Residência é possível após resididir legalmente no país por um período de 5 anos.

Cidadania Portuguesa por Tempo de Residência: Novas Regras em 2024

Cidadania Portuguesa por Tempo de Residência é possível após resididir legalmente no país por um período de 5 anos.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 7 min

28 de febrero, 2024

Calendário de Feriados de Portugal

Feriados em Portugal 2024: Pontes e Fins de Semana Prolongados

Planejando suas férias? Descubra aqui os feriados de Portugal em 2024 e aproveite as pontes e fins de semana prolongados para esticar o descanso!

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Lectura: 5 min

4 de enero, 2024

Morar em Portugal com cidadania europeia: veja o passo a passo

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 5 min

13 de febrero, 2019

"War may limit access to citizenships and visas in Europe. Find out why in this article at Atlantic Bridge."

Guerra Pode Restringir Acesso a Cidadanias e Vistos na Europa

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 5 min

15 de marzo, 2022

Meet 10 good and cheap cities to live in Portugal with excellent quality of life and infrastructure.

10 Cidades Boas e Baratas para Viver em Portugal

Conheça 10 cidades boas e baratas para viver em Portugal com excelente qualidade de vida e infra-estrutura.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 16 min

3 de enero, 2023