/
/
Morar em Portugal: o país mais barato do mundo para viver

6 de enero, 2023

Morar em Portugal: o país mais barato do mundo para viver

Portugal lidera a lista dos países mais baratos do mundo, e está especialmente indicados para cidadãos americanos que desejam mudar de vida.
Portugal tops the list of the cheapest countries in the world
Lectura: 12 min

A Revista Forbes confirmou aquilo que, há muito, afirmamos em nossos artigos: Portugal lidera a lista dos 10 países mais baratos (e bons!) do mundo, e está especialmente indicado para cidadãos americanos que desejam sair do país e mudar de vida. A afirmação da Forbes se baseia em dados da International Living, uma respeitada publicação entre expats. Anteriormente, a comunidade InterNations já havia colocado o país no topo do ranking em nível europeu. Recentemente, a revista Condé Nast Traveller completou o discurso.

A força do dólar (valendo mais que o euro) incentiva a tomada de decisão. Para completar o cenário, está a facilidade em residir legalmente no país. Além de uma grande variedade de vistos (veja abaixo), Portugal também possui o seu programa de Golden Visa. Ao comprar um imóvel de a partir de 280K euros (afinal, você irá precisar de uma moradia) a família investidora quase que automaticamente recebe a autorização de residência. Muito mais simples do que em outros destinos.

«Apesar de seu tamanho compacto, o país oferece algo para todos. De cidades vibrantes como Lisboa e Porto com vida noturna agitada, cultura, história e delícias culinárias. Para paraísos costeiros ao longo do Oceano Atlântico, onde a areia cor de camelo encontra a água turquesa embelezada com formações rochosas irregulares, cavernas e grutas. Para uma vida mais simples, siga para o interior, onde vilas medievais de casas de pedra ficam sob castelos em ruínas e colinas esmeraldas de terras agrícolas dominam as vistas deslumbrantes além

(Terry Coles, redatora da International Living)


Saiba o que a International Living tema dizer sobre Portugal

Por que americanos querem mudar para Portugal?

Portugal está mais do que na moda. Tem atraído sobretudo aposentados e nômades digitais. Mas não só. Cada vez mais famílias optam por criar seus filhos em um lugar seguro, com acesso à boas universidades. Antecipando a velhice, também elegem o país por causa de seus cuidados de saúde gratuitos. Nunca que sabe o que virá a seguir…

O desejo de migrar não se resume a encontrar uma alternativa barata. A publicação afirma que Portugal «é para pessoas que estão cansadas da rotina das 9h às 17h e querem encontrar os lugares mais baratos para se viver no mundo, países onde o custo de vida é consideravelmente menor que nos Estados Unidos – tão barato que pode não ter de trabalhar».

O estilo de vida português é especialmente tentador para quem busca desacelerar a vida, fugir dos grandes congestionamentos, da violência, dos extremismos políticos, da rotina de trabalho angustiante. É perfeito para quem quer vivenciar uma forma mais tranquila de levar a vida. Tudo isso com segurança e com um ótimo clima e gastronomia.

Além disso, Portugal está a uma distância segura da Ucrânia, é bem servido de aeroportos e possui vários voos diretos para diferentes cidades americanas. Para completar, Portugal é o sétimo país do mundo onde melhor se fala inglês.

«A diversidade geográfica do país ibérico – com seus deslumbrantes enclaves à beira-mar e seus opulentos castelos, suas tranquilas paisagens campestres e suas agitadas grandes cidades – atrai qualquer pessoa, independentemente da idade. Mas parece especialmente otimista para os aspirantes a aposentados dos Estados Unidos , onde os custos de saúde estão aumentando, as taxas de inflação estão subindo e o impacto econômico persistente da pandemia de Covid-19 persiste – tudo isso corroendo os ovos de aposentadoria de muitas pessoas.»

(Chrishan Wright, Condé Nast Traveller)

Quantos americanos moram em Portugal?

Os números não são muito precisos nem atualizados. Mas basta caminhar por cidades como Cascais para ouvir cada vez mais o inglês com sotaque americano sendo falado nas ruas.

Segundo relatórios do INE, Instituto Nacional de Estatística, cerca de 7 mil americanos viviam em Portugal em 2021. Os dados também apontam que o número de americanos que pediu autorização de residência no país em 2021 foi mais que o dobro de 2020. E quase quatro vezes mais que em 2018.

Esta é uma comunidade que cresce exponencialmente no país. Dados oficiais relativos a 2022 ainda não foram publicados, mas a expectativa é de que esse número volte a dobrar face ao ano anterior.

Os relatórios do Golden Visa também confirmam o aumento do interesse norte-americano em Portugal. Em 2019, foram concedidas 65 autorizações de residência. Em 2021, 102. E em 2022, até novembro, foram 192, autorizações para requerentes principais (familiares agregados não estão incluídos neste número).

Em resumo, em 2022, o número de investidores americanos do Golden Visa Portugal mais que triplicou em relação ao 2019. Coincidência? Jamais!

Ano Autorizações de Residência para Americanos
201965
202075
2021102
2022192 (até novembro)

Fonte: Sef.pt

«Os Estados Unidos estão a descobrir Portugal. Até há poucos anos, era um país desconhecido e não havia muita noção de ser um país europeu. A realidade alterou-se profundamente e agora Portugal está no mapa dos norte-americanos. É identificado como país seguro, com boa qualidade de vida e também para viver e para trabalhar. «Os americanos gostam do que veem. Portugal tem história e cultura, condições privilegiadas de clima, hospitalidade e os portugueses em geral falam inglês. Também há muitos locais que ainda são virgens, como a Costa Alentejana e o Douro«

(Graça Didier, Secretária-geral da Câmara do Comércio Americana em Portugal)

Quantos turistas americanos visitam Portugal?

O aumento no número de turistas norte-americanos em Portugal é outro fato a ser destacado. A tendência de crescimento é anterior à pandemia, como mostra o INE – Instituto Nacional de Estatística em Portugal. Em 2019, o país recebeu 1.202.247 hóspedes dos Estados Unidos, quase o dobro de 2017. Em 2022, primeiro ano de normalidade pós-pandemia, esse mesmo número de visitantes foi alcançado antes do final de setembro. Lisboa é a cidade mais procurada.

OsEstados Unidos já são o primeiro mercado turístico não-europeu de Portugal. E o terceiro em nível mundial, apenas atrás do Reino Unido e Espanha.

Alguns desses americanos estão aqui para uma visita de prospeção. Passeiam por diferentes cidades portuguesas com o intuito de escolher a que mais se adequa ao perfil da família. Alguns desistem. Outros voltam para ficar.

Onde os americanos vivem em Portugal?

Lisboa e Porto, as maiores cidades do país, são reduto da maioria dos estrangeiros. No caso específico dos americanos, destinos como Cascais, Oeiras, Açores e Costa Vicentina também costumam ser muito procurados, especialmente pelos californianos. São lugares com belas praias, bom clima, destinos de surf e cenários paradisíacos. É o que afirma o Idealista, importante site de venda e aluguel de Portugal.

Claro que Lisboa também está em destaque nas preferências. Conforme reportou o Jornal Expresso, os cidadão norte-americanos foram os estrangeiros que mais adquiriram imóveis na ARU de Lisboa em 2021. Estiveram à frente de franceses, chineses e britânicos. Gastaram €134 milhões de euros em imóveis residenciais, o que representou 15% do mercado total.

Há dois anos, Braga esteve no topo da lista das melhores cidades portuguesas para os americanos viverem, segundo a European Best Destination.

E o Algarve, ainda é destino de muitos estrangeiros que gostam de sol e calor. É também reduto de golfistas e de veranistas de luxo. Graças ao aeroporto de Faro, o seu acesso é rápido e simples. O que o torna um destino popular para aquisição de imóveis de férias

Quanto custa viver em Portugal?

Portugal é um país incrível em muitos sentidos. Mesmo assim, muitos americanos desconhecem todas essas qualidades até começarem a pesquisar. E o custo de vida costuma ser o marco zero nessas pesquisas. «Posso viver bem em Portugal com o dinheiro que juntei nos Estados Unidos? Então vamos descobrir como é viver em Portugal…». E assim começa a história de muitos de nossos clientes na Atlantic Bridge.

O custo de vida em Portugal é baixo em relação a outros países da Europa. E ainda mais, em comparação com os Estados Unidos da América. Isso acontece porque os salários também não são altos em Portugal, e a maioria da população local tem um padrão de vida simples. O salário mínimo português em 2023 é de 760€.

Lisbon x San Francisco x New York: Comparação dos Custos de Vida

De quanto dinheiro você precisa para viver confortavelmente em Portugal?

Um casal pode viver bem (incluindo aluguel da casa) com cerca de 2.800 dólares por mês.

Para quem vive sozinho, são necessários cerca de 2.000 dólares por mês.

Se você morar em um imóvel próprio, precisará de menos, uma vez que os aluguéis representam a maior fatia do orçamento.

Quanto custa o aluguel em Portugal em 2023?

Os preços variam bastante de acordo com a cidade escolhida. Viver em Lisboa, Porto e Faro fica mais caro.

Preparamos uma tabela com valores médios de aluguel de imóvel por metro quadrado em algumas das cidades portuguesas favoritas dos americanos.

Cidade Custo médio de aluguel
Lisboa18€ / m2
Porto14,7€ / m2
Faro9,4€ / m2
Braga7,4€ / m2
Cascais17,7€ / m2
Setúbal9,7€ / m2
Oeiras13,6€ / m2
Albufeira10,9€/ m2

Fonte: Idealista.pt


10 Cidades Boas e Baratas para Viver Bem em Portugal

Como um americano pode morar em Portugal?

Existem muitas formas de residir legalmente em Portugal. Se você planeja passar mais do que 3 meses no país, irá precisar de um visto. Para se candidatar a qualquer um deles é preciso ter ficha limpa. Ou seja: não ter sido condenado por crime que em Portugal seja punível com pena privativa de liberdade com duração superior a um ano. Também é necessário ter um seguro de viagem e provar que tem recursos para se manter no país por 12 meses.

Listamos abaixo os vistos mais comuns, especialmente entre americanos, e apresentamos quais os requisitos mais importantes para solicitar cada um deles.

Visto D7 – O Visto dos Aposentados

O Visto para detentores de rendas passivas é o mais popular entre os americanos que desejam viver em Portugal. Não é indicado somente para quem já se aposentou. É válido para qualquer um que detenha rendas passivas. Ou seja, renda de imóveis alugados, fazendas, dividendos de empresas ou investimentos financeiros. Esses rendimentos precisam ser devidamente comprovados para dar entrada no pedido de visto.

O valor mínimo de renda exigido é baixo para o patamar dos americanos. Para um adulto sozinho, é preciso mostrar que recebe o equivalente a um salário mínimo português: 760€. Para o restante da família funciona assim: 2º adulto, 50% do salário mínimo atual; filhos menores de 18 anos e filhos maiores a cargo, 30% do salário mínimo cada um.

Vale ressaltar que quanto mais renda você conseguir comprovar, mais chances terá do pedido ser aprovado. No geral, o visto D7 é bastante popular e possui um processo simples.

Confira nosso FAQ sobre Visto D7

Visto de Nômade Digital

Este visto, criado em 2022, tem tudo para ser o mais procurado de todos. Em tempos de home office, trabalhar desde o estrangeiro tem sido o sonho de muita gente. Melhor ainda se for em um país mais barato que aquele de onde vem o seu salário.

Para o Visto de Nômade digital, os requisitos também são simples. Estão elegíveis trabalhadores subordinados ou independentes. É preciso apresentar um dos seguintes documentos:

Contrato de trabalho;

Promessa de contrato de trabalho;

Declaração de empregador a comprovar o vínculo laboral;

Contrato de sociedade;

Contrato de prestação de serviços;

Proposta escrita de contrato de prestação de serviços;

Documento demonstrativo de serviços prestados a uma ou mais entidades.

O rendimento mínimo exigido é de 4 x salário mínimo vigente. Em 2023, o valor é de 3.040€. Também é preciso realizar um depósito em Portugal, para comprovar que possui meios de subsistência. O valor a ser depositado deve ser de 12x o salário mínimo vigente: 9.120€ para o requerente principal, 50% disso para cônjuge, mais 30% desde valor para os filhos.

Visto de Estudo

Outra coisa que os americanos estão percebendo é que estudar em Portugal pode ser uma alternativa interessante, tanto para si, quanto para seus filhos. As mensalidades das universidades são mais acessíveis que nos Estados Unidos, e existem muitas escolas de qualidade. Algumas, com aulas em inglês, como é o caso da Porto Business School. Desse modo, alguns optam por passar algum tempo estudando no país ,como experiência inicial.

Para solicitar o Visto de Estudos, o candidato já deve ter sido aceito em uma instituição de ensino superior, em curso com duração superior a 3 meses (visto temporário) ou 12 meses (visto de residência). Também para esse visto é preciso comprovar que dispõe de recursos financeiros para se manter no país. A regra é a mesma: 12 x 100% do salário mínimo vigente para o requerente principal, 50% disso para cônjuge, mais 30% desde valor para os filhos.

Visto D2 – Para empreendedores

O Visto D2 está destinado às pessoas que queiram empreender e investir em Portugal. E também aos profissionais autônomos, que já tenham um contrato ou proposta de trabalho em Portugal no âmbito de uma profissão liberal, como advogados, arquitetos, biólogos, veterinários, médicos, psicólogos etc.

Para essa modalidade de visto é preciso comprovar que você possui capital para fazer o investimento necessário e para manter o seu empreendimento. Vale a pena elaborar um plano de negócios completo, que mostre a viabilidade do projeto, para facilitar a aprovação. Alem disso, ter o seu negócio já constituído formalmente em Portugal é outro fator favorável que aumenta as chances de aprovação do visto.

No caso dos profissionais liberais é imprescindível ter um contrato de trabalho ou uma proposta por escrito de contrato de prestação de serviços no âmbito de sua profissão liberal. Comprovar suas habilitações é outra exigência comum na maioria das áreas profissionais.

Aqui também é preciso mostrar que dispõe de recursos financeiros para se manter no país, seguindo a mesma regra dos outros vistos.

Visto D3 – Para profissionais altamente qualificados

Destinado a profissionais altamente qualificados: cargos de chefia e especialistas de atividades intelectuais e científicas.

Para se candidatar é preciso ter um contrato de trabalho em empresa portuguesa por prazo indeterminado ou com duração mínima de 1 ano.

A remuneração estipulada em contrato deve ser pelo menos, 1,5 vezes o salário anual bruto médio nacional ou três vezes o valor indexante de apoios sociais (IAS)*. Para efeitos de emprego em profissões consideradas como sendo particularmente necessitadas de trabalhadores nacionais de Estados terceiros, é exigido 1,2 vezes o salário bruto médio nacional, ou duas vezes o valor do IAS. Em 2023, o valor do IAS é de 480,43€. Desse modo, o requerente deve ter um salário mensal em torno de 1560€.

Mais uma vez neste caso é preciso mostrar que dispõe de recursos financeiros para se manter no país, seguindo a mesma regra dos outros vistos.

O Golden Visa é um Green Card Português?

O Golden Visa não é um Green Card. É um caminho popular entre estrangeiros que desejam residir legalmente no país.

Ao contrário do Green Card, o Golden Visa concede uma autorização de residência (AR) temporária. Esta autorização é obtida em troca de investimentos qualificados em Portugal. Em outras palavras, o Golden Visa é um programa de investimentos que concede a permissão de residência no país aos seus investidores e familiares. Um destes investimentos elegíveis é a aquisição da casa onde você irá morar no país.

Após 5 anos de residência legal em Portugal, o americano poderá ser obter sua autorização de residência permanente ou, se tiver habilitado e falar português, poderá finalmente se tornar um cidadão português.

O Golden Visa te dá a cidadania portuguesa?

Sim e não. Vamos por partes.

O Golden Visa te dá a autorização de residência em Portugal, e após um prazo de 5 anos de residência o aplicante poderá pedir a sua cidadania, se preencher todos os requisitos. Um deles é saber falar um pouco de português.

A vantagem é que o investidor do Golden Visa não é obrigado a residir em Portugal nestes 5 anos. Ele só precisa comprovar uma estadia de cerca de 7 dias por ano para se manter no programa.

E qual a vantagem disso? Oras, vamos supor que você pretende viver com sua família em Portugal, mas não agora. Digamos que você precise terminar aquele doutorado, ou aguardar que filhos estejam prontos para entrar na universidade. Você pode investir agora e mudar para a Europa quando se tornar cidadão.

Vale destacar que o portador do passaporte português pode viajar sem visto para 187 países. E o cidadão português também pode morar, trabalhar e estudar em qualquer um dos países-membros da União Europeia.


Saiba como investir no Golden Visa Portugal

São muitas as razões que fazem tantos estrangeiros elegerem Portugal como destino para recomeçar a vida, ou simplesmente vivenciar novas experiências por um período. Se você está considerando viver em Portugal, fale com nossos consultores e descubra qual o caminho mais adequado para você!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Autor:

Atlantic Bridge

También te puede interesar:
Discover the Bitcoin beach in Portugal

Na praia de Bitcoin em Portugal, o Crypto Optimism ainda reina

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 6 min

29 de septiembre, 2022

Properties for urban rehabilitation are eligible for the Golden Visa Portugal with a minimum investment of only 350 thousand euros.

Golden Visa Para Reabilitação Urbana: Veja Regras Do Programa

Imóveis para reabilitação urbana são elegíveis ao Golden Visa Portugal com investimento mínimo de apenas 350 mil euros.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 8 min

25 de agosto, 2022

How much do I need to invest in funds to access the Golden Visa Portugal? Currently

Golden Visa Portugal através de fundos de investimento

Quanto Devo Investir em Fundos para Aceder ao Golden Visa Portugal? Atualmente, exige-se um aporte no valor mínimo de € 500.000,00.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 5 min

22 de febrero, 2024

Franquias em Portugal de baixo investimento: um negócio viável e rentável

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 9 min

26 de agosto, 2019

Carrinho em supermercado: custo de vida na Espanha

Costo de Vida en España: ¿Cuánto cuesta vivir en el país en 2024?

¿Qual el coste de la vida y el salario medio en España? Consulte el precio del alquiler, la educación, el transporte y el ocio.

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Lectura: 6 min

16 de mayo, 2024

If studying in Portugal is in your plans

Como Estudar em Portugal: Guia Completo 

Se estudar em Portugal está nos seus planos, saiba que não é difícil conseguir uma vaga em uma boa universidade no país!

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 9 min

13 de marzo, 2024