/
/
/
Levar Cachorro para Portugal: Como Viajar com seu Pet

30 de Agosto, 2023

Levar Cachorro para Portugal: Como Viajar com seu Pet

Viaje com seu pet para Portugal: dicas essenciais para levar seu cachorro. Facilite sua jornada e aproveite Portugal juntos!
Viaje com seu pet para Portugal: dicas essenciais para levar seu cachorro. Facilite sua jornada e aproveite Portugal juntos!
Leitura: 9 min

Sabemos que o seu companheiro de quatro patas é mais do que um pet, ele é parte da família! Quando a decisão de se mudar para Portugal é tomada, a pergunta inevitável surge: “Como levar cachorro para Portugal?” A verdade precisa ser dita: levar seu pet consigo para Portugal envolve algumas etapas burocráticas essenciais. É um processo que deve ser iniciado bem antes da viagem (pelo menos 4 meses de antecedência). Voar com seu querido companheiro peludo não é necessariamente difícil, mas o desconhecimento das normas envolvidas pode gerar alguns inconvenientes evitáveis.

Por isso, para garantir uma viagem tranquila para todos, continue lendo nosso artigo. Vamos ensinar de forma objetiva todas as etapas envolvidas no transporte do seu cachorro ou gato para Portugal. Do microchip ao desembarque. Lembre-se: quando o planejamento é feito com carinho, o final feliz é garantido.

*A Atlantic Bridge firmou parceria com empresas especializadas no transporte de animais, oferecendo um serviço exclusivo aos clientes, de modo a garantir uma experiência completa e sem preocupações.

Fale com a Atlantic Bridge

Que animais posso levar para Portugal?

É possível transportar cães, gatos e furões sob condições semelhantes. Para outros animais, contacte a companhia aérea.

O que é preciso para viajar com pet para Portugal?

Levar um pet para Portugal envolve várias etapas, além da aquisição da passagem.

Observe que nem todas as companhias aéreas permitem o transporte de animais. As que autorizam, possuem critérios específicos para determinar onde viaja o animal e quais as taxas e preços a pagar, baseado no tamanho, peso, espécie e raça. Se informe antes.

Também é importante saber que as companhias aéreas têm vagas limitadas para transporte de animais em cada voo. Desta forma, o transporte do animal ficará sempre sujeito a confirmação. Não deixe para fazer tudo em cima da hora!

Quais os documentos exigidos para o transporte internacional de animais?

As regras de transporte do seu animal podem variar conforme os países de partida e destino. De acordo com a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária de Portugal ( DGAV ), para embarcar com destino a Portugal são necessários os seguintes documentos:

  • Certificado de Microchipagem datado
  • Comprovante de Vacinação antirrábica
  • Laudo de Sorologia Antirrábica
  • Certificado de saúde emitido por veterinário
  • CVI – Certificado Veterinário Internacional
  • Formulário de comunicação da chegada

Não deixe de verificar as regras do seu país de origem.

Etapa 1: Certificado de aplicação do microchip

Seu animal de estimação não possui microchip? Para viajar será necessário ter. O microchip precisa ter padrão ISO 11784 e ISO 11785. Com aproximadamente 1,5mm de tamanho, ele é inserido por meio de uma injeção no dorso, entre as escápulas do animal. Além disso, o chip deve ser datado, assinado e carimbado por um médico veterinário. Esse profissional também deve emitir um certificado que contenha a data da implantação do microchip.

Detalhe: A implantação (ou leitura) do microchip deve acontecer antes da vacinação anti rábica.

Etapa 2: Vacinas e desparasitação

Para garantir o transporte internacional do seu animal, a vacinação é essencial. Anualmente, é necessária a vacina antirrábica, exigida para animais com mais de 12 semanas de vida. Porém, se você estiver indo para a Europa, atenção: essa vacina só é válida se for administrada após a implantação do microchip. Mesmo que seu animal já tenha sido vacinado, será preciso repetir. Nesse caso, repita a vacina, esperando 30 dias desde a dose anterior.

Ao marcar a vacinação, informe que é para migração, pois a vacina precisa ser válida no país de destino.

Um detalhe: aplique a vacina antirrábica com pelo menos 30 dias de antecedência ao teste de sorologia anti rábica.

Mantenha um registro rigoroso das datas, pois erros podem afetar o Certificado Veterinário Internacional.

Etapa 3: Laudo de sorologia

A União Europeia exige que todos os pets provenientes do estrangeiro realizem esse exame para confirmar a eficácia da vacina antirrábica. O teste de sorologia é um exame de sangue que identifica se o animal desenvolveu anticorpos contra a doença. É exigido um nível de anticorpos igual ou superior a 0,5UI/ml.

Importante lembrar: o exame de sorologia só pode ser feito 30 dias após a aplicação da vacina antirrábica e precisa ser feito em jejum de 12 horas.

Essa é uma das partes mais caras do processo, uma vez que a amostra deve ser enviada a um laboratório em conformidade com o artigo 3.º da Decisão 2000/258/CE. Veja aqui quais laboratórios do país de origem são autorizados a realizar o exame necessário para a entrada na União Europeia.

Etapa 4: Passagem e caixa de transporte (kennel)

Assim que obtiver o laudo da sorologia antirrábica, providencie a passagem e a caixa para transporte do seu bichinho. Na maioria das companhias aéreas, a reserva do voo para o animal deve ser realizada por telefone.

Importante: certifique-se que ainda há vagas para animais no voo escolhido, e faça a sua reserva. O pagamento da taxa de embarque geralmente acontece no momento do embarque.

As dimensões da caixa de transporte variam conforme a companhia aérea escolhida. Além disso, cada companhia aérea possui dimensões máximas permitidas tanto para a cabine quanto para o porão. Antes de comprar a caixa, informe-se sobre as medidas permitidas pela companhia com a qual você estará viajando.

As companhias aéreas vão exigir as seguintes informações:

  • Tipo de animal de companhia a transportar
  • Dimensões do contentor de transporte
  • Peso total do animal com o contentor

Etapa 5: Atestado de saúde do pet

O veterinário do animal em questão deverá emitir, até 72 horas antes do seu agendamento para solicitação do VCI, um atestado de saúde do seu animal com o veterinário.

Deixamos aqui um modelo em português, fornecido pelo Governo Brasileiro.

Etapa 6: Certificado Internacional (CVI ou CZI)

O próximo passo de como levar cachorro para Portugal é providenciar o Certificado Veterinário Internacional (CVI), também conhecido como Certificado de Saúde Animal, ou ainda Certificado Zoosanitário Internacional (CZI).

O CVI é um documento que atesta que o animal não apresenta sinais clínicos de doença infecciosa, contagiosa ou transmissível e que cumpre todos os requisitos federais de deslocação. Geralmente é fornecido gratuitamente.

Esteja atento à validade do CVI (10 dias no Brasil e 30 nos EUA). Por conta disso, recomendamos comprar a passagem e a caixa transportadora antes de solicitá-lo. Outro detalhe: Um CVI só é válido para a deslocação do endereço de origem para o endereço de destino indicado no CVI.

Verifique no seu país qual a unidade que fornece esse documento. No Brasil é a VIGIAGRO. Nos Estados Unidos, é emitido por veterinário licenciado e acreditado no Estado de Origem.

Para obter o CVI, deverá apresentar todos os documentos listados nas etapas anteriores.

Etapa 7: Comunicar a chegada em Portugal

Chegamos a etapa 7, estamos quase!

Providencie, ainda no seu país de origem, o Aviso de Chegada nos aeroportos portugueses. O procedimento envolve o preenchimento de um formulário disponibilizado no site do DGAV.

Esse formulário deve ser enviado por e-mail para um dos Pontos de Entrada dos Viajantes para Controle de Animais. Um veterinário irá examinar o seu animal de estimação na chegada a Portugal. Existe uma taxa de 40 euros associada ao procedimento.

Atenção: A comunicação é obrigatória e precisa ser enviada até 48 horas antes do desembarque. Outro detalhe: o Ponto de Entrada dos Viajantes (PEV) costuma fechar durante a madrugada. Cheque a informação detalhada no site da DGAV.

Dicas para preparar o pet para uma viagem de avião

  • Antes do dia do vôo, acostume seu pet com a caixa de transporte.
  • Deixe-a acessível para que o cão ou gato durma nela.
  • Considere fazer uma tosa higiênica no animal.
  • No dia da viagem, mantenha a rotina normal do pet. Passeie e alimente-o, mas sem exagero.
  • Ainda no aeroporto, vá a área externa para que ele possa fazer um último xixi.
  • Utilize fralda higiênica nele.
  • Não use mantas, prefira roupinhas para evitar sufocamento. É permitido forar a caixa com papel absorvente.
  • Ofereça algum objeto que lhe seja familiar, para que ele se sinta mais à vontade durante a viagem.
  • Feche a caixa bem.
  • Ponha uma etiqueta na caixa com informações sobre o animal: nome, nome do dono e morada de destino.

Como levar gato para Portugal?

Mas e no caso dos gatos? Funciona da mesma forma que com cães? Sim, o processo é similar, com a vantagem que são de pequeno porte e podem ser transportados na cabine, em caixas flexíveis, embaixo do seu assento.

Quanto custa levar cachorro para Portugal?

Haverá sempre alguma variação mediante o país de destino, o tipo de animal, seu tamanho e a companhia aérea escolhida. Vamos fazer aqui o orçamento genérico. Os valores abaixo estão em euros.

ServiçoCusto
Microchipagem30,00€
Vacina anti rábica10,00€
Sorologia da Raiva175,00€
CVIgratuito
Atestado veterinário45 (Valor de uma consulta veterinária)
Caixa de transporteEntre 50,00€ e 350,00€ (de acordo com modelo)
Chegada ao Aeroporto40,00€

Custo da passagem para animais de estimação

Animais não pagam passagem, e sim uma taxa de transporte. O preço vai variar mediante o tamanho do pet e a distância do vôo (país de origem).

Valores para transportar animais em voos intercontinentais

*Usamos acima, como referência, os valores cobrados pela TAM em agosto de 2023. Vale referir que eles também aceitam milhagem no pagamento.
TamanhoCusto*
Até 8kg (transporte na cabine)150,00€ (online) ou 160,00€ (balcão)
Até 32kg (transporte no porão)230,00€
Entre 32kg e 45kg300,00€

Valores para transportar animais em voos dentro da Europa

*Usamos acima, como referência, os valores cobrados pela TAM em agosto de 2023. Vale referir que eles também aceitam milhagem no pagamento.
TamanhoCusto*
Até 8kg (transporte na cabine)70,00€ (online) ou 75,00€ (balcão)
Até 32kg (transporte no porão)120,00€
Entre 32kg e 45kg230,00€

O animal precisa ser sedado para viajar de avião?

A DGAV recomenda evitar o uso de sedativos em animais durante o transporte, a menos que seja estritamente necessário para garantir o bem-estar deles e sob supervisão veterinária. A sedação de animais saudáveis é desaconselhada, pois os sedativos reduzem funções vitais como o ritmo cardíaco e a respiração, o que, quando os animais são transportados no porão, pode prejudicar sua adaptação às mudanças de altitude, pressão atmosférica.

Posso levar meu cachorro comigo na cabine?

Na maioria das companhias aéreas, somente animais de pequeno porte, cães-guia ou cães de suporte emocional têm permissão para viajar na cabine . Animais de médio ou grande porte são designados para o compartimento de carga, no porão da aeronave.

Peso máximo total (animal + transportadora): 8kg / 17lbs

Dimensões do espaço onde a transportadora é acomodada: 45x30x23cm

Qual o limite de peso para cães em voos internacionais?

De acordo com a TAP, o peso combinado (transporte + animal) permitido é de:

  • até 32kg / 70lbs, nos voos com destino, origem ou escala nos EUA, Hungria, França e Países Baixos.
  • até 45kg / 99lbs, para os restantes destinos.

Transporte de cães com mais de 32kg

Se o seu cão for mais pesado que o limite acima, não se desespere. Entre em contato com a companhia aérea.Ele certamente terá que ser transportado como transporte de carga em regime (e preços) diferenciado.

Existem raças de cães que não podem viajar de avião?

A DGAV disponibiliza uma lista de raças de cães consideradas potencialmente perigosas. Elas estão sujeitas a regulamentos específicos nos Pontos de Entrada dos Viajantes em Portugal. Para esses casos, é necessário que o tutor assine um termo de responsabilidade e notifique a permanência do animal no país.

Também existem restrições para animais (incluindo gatos) de focinho curto e achatado (braquicéfalos). Devido à sensibilidade a temperaturas extremas e ao risco de dificuldades respiratórias durante o voo, esses animais não podem ser transportados no compartimento de carga.

Verifique detalhes específicos junto à sua companhia aérea.

O que fazer quando chegar com seu pet em Portugal

Quando chegar com seu animal de estimação em Portugal, procure um veterinário para checar as condições de saúde do bichinho. Faça a atualização das vacinas (se aplicável) e solicite a carteira de vacinação portuguesa. Você também pode o Passaporte para Animal de Companhia. Além disso, vá à Junta de Freguesia do bairro onde mora para cadastrar o animal. Essa licença precisa ser renovada anualmente, e tem um custo de 10,00€ para sua criação e 5,00€ de anuidade.

Assessoria em Pet Relocation

Se quiser garantir que a viagem vai correr bem, dentro dos prazos, e com maior segurança, considere contratar uma empresa especializada para cuidar disso por você.

A Atlantic Bridge possui parceria com empresas especializadas em transporte de pets (exclusivo para clientes). Fale conosco!

E agora que já conhece todo o procedimento de transporte, não pense duas vezes! Traga seu amigo de quatro patas para Portugal. Ao trazer o seu animal para Portugal, você não apenas acrescenta um membro querido à sua jornada, mas também facilita a adaptação a essa nova fase em um país diferente. Juntos, vocês podem explorar as belezas de Portugal e construir uma nova vida repleta de vínculos e aventuras emocionantes.

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Autor:

Atlantic Bridge

Você pode gostar também:

Guia passo a passo para comprar imóvel em Portugal

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 6 min

14 de Março, 2019

There are several ways to become a Portuguese citizen

Como Conseguir a Cidadania Portuguesa: Guia Completo

Existem várias formas de se tornar um cidadão português, de acordo com a legislação em vigor. Saiba como conseguir sua cidadania portuguesa.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 14 min

22 de Setembro, 2023

The Golden Visa Portugal Isn't Over

Golden Visa Portugal Não Acabou: Conheça novas regras

O Golden Visa Portugal não acabou, mas passou por mudanças. Foram extintas as modalidades de aquisição de imóveis e depósitos bancários.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 5 min

9 de Outubro, 2023

Franchises are widespread in the Portuguese country and range from real estate agents to supermarkets

Franquias em Portugal

As franquias são bem difundidas no país luso e vão desde imobiliárias até supermercados, passando por seguradoras e lavanderias.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 8 min

14 de Dezembro, 2022

Taste Atlas awarded several prizes to traditional Portuguese recipes

Gastronomia de Portugal É Quarta Melhor do Mundo

A Taste Atlas atribuiu diversos prêmios a receitas tradicionais da gastronomia de Portugal, como o Pastel de Nata e Amêijoas a Bulhão Pato.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 5 min

19 de Dezembro, 2023

Ação Judicial de Oposição à Nacionalidade Portuguesa: Do que se trata e como proceder?

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 3 min

6 de Setembro, 2016