/
/
/
Camélias do Porto: Patrimônio Natural da Cidade

2 de enero, 2024

Camélias do Porto: Patrimônio Natural da Cidade

Portugal tem uma forte relação com as camélias (ou japoneiras). A flor é celebrada em eventos como o Festival da Camélia e nas Rotas das Camélias. Conheça sua história!
Camelia do Porto ou japoneira em cor rosa
Lectura: 6 min

Portugal tem uma forte relação com as camélias. A planta chegou ao país no século XVIII, provavelmente trazida do Oriente por navegadores. Se fixaram sobretudo no norte. Hoje, as camélias do Porto são um verdadeiro patrimônio natural e símbolo emblemático desta cidade. Foram cultivadas em grande quantidade, em jardins e quintas da região. Até hoje, a japoneira, (nome pelo qual esta flor é conhecida no Porto), é celebrada em eventos como o Festival da Camélia, um acontecimento anual, e também nas Rotas das Camélias.

Ao passear a pé pelo Porto, é possível ver a presença dessa flor em importantes espaços da cidade, como a área da Torre dos Clérigos, o Parque da Cidade, a Avenida da Boavista e o jardim da Fundação Serralves. Entretanto é no Jardim Botânico do Porto onde possivelmente se encontra a maior quantidade e diversidade de camélias do mundo. 

Quer viver na Europa?

Concretizar seu objectivo de morar na europa ou ter cidadania europeia, pode ser mais simples do que você pensa. Oferecemos suporte personalizado para tornar o processo de imigração mais acessível e descomplicado.

O que são camélias

A camélia é uma planta ornamental, originária da Ásia, mais precisamente do Japão, China e Coreia. Ela é conhecida por suas flores vistosas, que variam em tamanho e cor, podendo ser branca, rosa, vermelha ou mesclada.

Quando florecem as camélias do Porto?

As camélias (ou japoneiras) florecem no inverno, entre janeiro e março.

Curiosidades sobre as camélias (japoneiras):

  • As camélias são apreciadas há mais de mil anos na China e no Japão, onde são consideradas um símbolo de amor e devoção.
  • A Camellia Sinensis é a espécie de camélia mais cultivada no mundo, pois é a planta que produz as folhas utilizadas na fabricação do chá.
  • As flores da camélia são frequentemente usadas em arranjos florais e em buquês de casamento, pois simbolizam a beleza perfeita.
  • A camélia também é valorizada por suas propriedades medicinais. Na medicina tradicional chinesa, a camélia é usada para tratar dores de cabeça, dores de estômago e outros problemas de saúde.
  • O óleo de semente de camélia é um ingrediente popular em produtos de beleza, como hidratantes e shampoos, devido às suas propriedades hidratantes e antioxidantes.
  • Em muitas culturas, as camélias são associadas à morte e ao luto. Na Inglaterra vitoriana, as camélias brancas eram frequentemente colocadas em sepulturas como um sinal de respeito.
  • As japoneiras também têm um papel importante na cultura popular, como na obra de Alexandre Dumas filho, “A Dama das Camélias”, e na ópera de Giuseppe Verdi, “La Traviata”, que foi inspirada nessa obra.

Conheça o Lobo Ibérico: animal protegido em Portugal

Por que o Porto é considerada a cidade das camélias?

No século XVI, os portugueses trouxeram para a Europa as japoneiras da Ásia, incluindo inúmeras variedades selvagens da espécie, parente da planta que produz chá. Seguramente, as camélias chegaram a Portugal por Lisboa, o grande entreposto europeu à época dos descobrimentos, mas devido ao clima e solo da capital do reino, era extremamente difícil prolongar a vida de uma camélia por mais de um ano naquela região. Como resultado, a planta tornou-se frequente no norte do país, especialmente na cidade do Porto, devido à ausência de solos calcários e temperaturas extremas que são letais para essa espécie vegetal. As camélias eram raras e vendidas a preços altos na época. Na cidade do Porto, as camélias eram conhecidas e oferecidas por todos, provavelmente a razão pela qual a planta é tão frequente na região.

Cabe dizer que as camélias também bastante presentes na região da Galiza, na Espanha.

Salão cheio de camélias: Primeira edição do Festival de Camélias, em 2015. Foto: Rita Branco
Primeira edição do Festival de Camélias, em 2015. Foto: Rita Branco

Família Andressen e as camélias do Porto

Por fim, não podemos esquecer de referir a influência da família Andressen na popularização desta planta na cidade…

A família Andressen, além de ter sido proprietária da marca de vinhos do Porto, também era conhecida por sua paixão pelas camélias. Durante décadas, a família Andressen colecionou e cultivou camélias no seu jardim particular, trazendo espécies de todas as partes do mundo para o espaço onde hoje funciona o Jardim Botânico do Porto. Muitas dessas espécies, originárias do Japão e da Bélgica já não existem nestes países por causa das guerras, mas podem ser encontrados neste espaço, que hoje é gerido pela Universidade do Porto. 

A escritora portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen, que pertencia à família, eternizou a  camélias em muitos dos seus livros, sobretudo no clássico infantil O Rapaz de Bronze.

Jardim Botânico do Porto: 750 tipos de camélias num só lugar

Se deseja conhecer a maior variedade possível de camélias num só dia, não há destino melhor do que o Jardim Botânico do Porto. Mais do que um local de estudo, namoro, meditação, turismo, escrita ou leitura, o jardim encerra um sem número de espécies de plantas, sobretudo as camélias. Além da coleção original dos Andressens, os cruzamentos entre espécies deram origem a mais de 750 tipos (entre espécies e cultivares) de camélias, o que lhe rendeu o prémio “International Garden of Excellence”, atribuído pela International Camellia Society. 

Rota das Camélias no Norte de Portugal

A Rota das Camélias é um itinerário turístico que permite aos visitantes explorar diversos locais relacionados com as camélias na região norte de Portugal. Não há um trajeto pré-definido, e os turistas têm a liberdade de criar sua própria rota a partir do mapa dos locais a serem visitados.

Essa rota engloba várias cidades e destinos que possuem casas, praças e jardins com belíssimas camélias, com destaque para Ponte de Lima, Lousada e Porto, que contam com um grande número de locais registrados.

Para auxiliar os visitantes, há um guia disponível em formato físico, que pode ser retirado gratuitamente nos postos de atendimento ao turista da região norte, ou em formato online para download.

Esse guia apresenta informações detalhadas sobre as visitas, incluindo a localização exata, disponibilidade ao público e se há algum custo associado. Além disso, o guia também traz fotos encantadoras das camélias, tornando-se uma lembrança especial da experiência turística.

Camélias e gastronomia!

Embora em Portugal a camélia tenha apenas um cariz ornamental, a planta é utilizada na gastronomia. As flores são usadas em uma variedade de pratos, desde saladas e sopas, em cocktails e até mesmo em sobremesas, como compotas e gelatinas. O sabor da camélia é levemente adocicado, e a flor é valorizada por suas propriedades antioxidantes e medicinais. As camélias também são usadas para produzir licor .

Festival das Camélias no Porto

Geralmente na época de florescimento das japoneiras, que ocorre no inverno e primavera no hemisfério norte, especificamente entre os meses de janeiro e abril, acontece o Festival das Camélias. Durante o evento, diversas atividades são realizadas para promover a apreciação e o conhecimento da espécie. Acontecem exibições de camélias em diversas variedades, e concursos, além de palestras sobre o cultivo desta bela flor. A programação costuma ser divulgada anualmente no site da Câmara Municipal do Porto. Em 2024, o Parque de São Roque recebe uma das principais exposições do gênero, veja aqui.

Viver em Portugal

As camélias são apenas um exemplo entre inúmeras belezas e encantos que Portugal tem a oferecer. Se você deseja mudar para Portugal e vivenciar a riqueza cultural, histórica e natural desse país extraordinário, estamos aqui para auxiliá-lo. A Atlantic Bridge é uma empresa especializada em serviços de vistos de residência e cidadania portuguesa e tem o compromisso de tornar sua jornada de mudança para Portugal mais tranquila e descomplicada. Entre em contato conosco hoje mesmo e comece a dar forma a um futuro repleto de experiências inesquecíveis em Portugal!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

También te puede interesar:
More and more Americans are moving to Portugal and Spain in search of affordable housing and the quiet

Americanos Mudando para Portugal e Espanha

Cada vez mais americanos estão mudando para Portugal e Espanha em busca de casas acessíveis e do clima tranquilo e charmoso da Europa.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 7 min

28 de marzo, 2023

In 2022

Onde Estão Os Ricos Do Mundo? Portugal está no top 10

Em 2022, mais de 80 mil ricos deverão se mudar para um novo país. Cerca de 1.300 vão escolher Portugal, o 7º destino mais popular.

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 3 min

25 de agosto, 2022

Principais alterações ao Programa Golden Visa em Portugal

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 4 min

17 de febrero, 2021

Preciso contratar Assessoria Jurídica para pedir Nacionalidade Portuguesa?

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 6 min

15 de agosto, 2019

Viaje com seu pet para Portugal: dicas essenciais para levar seu cachorro. Facilite sua jornada e aproveite Portugal juntos!

Levar Cachorro para Portugal: Como Viajar com seu Pet

Viaje com seu pet para Portugal: dicas essenciais para levar seu cachorro. Facilite sua jornada e aproveite Portugal juntos!

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 9 min

30 de agosto, 2023

Casa Espanha Girona

Comprar casa en España: ¿Cuánto cuesta una propiedad en el país?

Comprar una casa en España es una excelente inversión. Sepa cómo comprar, financiar, qué documentos se requieren y cuánto cuesta.

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Lectura: 6 min

26 de junio, 2024