/
/
/
Vai visitar o Porto? Veja Nossas Dicas!

26 de enero, 2024

Vai visitar o Porto? Veja Nossas Dicas!

Um mini-roteiro para quem vai ao Porto com pouco tempo. Hospedagem, gastronomia, miradouros, passeios e monumentos para visitar.
Um mini-roteiro para quem tem pouco tempo para conhecer o Porto. Hospedagem
Lectura: 13 min

Se visitar o Porto está nos seus planos, prepare o seu coração… A segunda maior cidade de Portugal é também uma das mais charmosas do país e certamente irá te conquistar. Já foi eleita por quatro vezes consecutivas o Melhor Destino Europeu no World Travel Awards – e não por acaso! Seu centro histórico foi classificado pela Unesco como Patrimônio Mundial da Humanidade em 1996 e basta um breve olhar pelas suas ruas estreitas e coloridas, cobertas de azulejos, para descobrir o porquê. Seu povo acolhedor e simpático irá tornar a sua experiência ainda mais agradável e inesquecível.

Nós preparamos um mini-roteiro com dicas imperdíveis para quem tem pouco tempo na cidade. Veja aqui os melhores lugares para se hospedar, os miradouros mais incríveis para tirar fotos, passeios, museus e igrejas para conhecer, e claro, os pratos típicos para experimentar.

Esse roteiro é especialmente voltado para aqueles que estão indo para a cidade por motivos práticos, como renovar vistos ou solicitar o cartão cidadão, mas querem aproveitar para conhecer um pouco da cidade. E pode acreditar, todas as nossas sugestões são genuínas e sem fins comerciais. Vamos lá, bora explorar o Porto!

Portus Cale: A origem de Portugal

O Porto é uma das mais antigas e importantes cidades de Portugal. Sua história remonta à época romana, quando ainda era chamada de Portus Cale. “Portus”, em latim, significa “porto”. “Cale” era uma referência aos povos celtas que habitavam este território, antes dos romanos. No século XI, a região era a capital do chamado “Condado Portucalense”, nome que, com o passar do tempo, foi evoluindo até se tornar “Portugal”. Sim, foi no norte do país que o reino de Portugal foi fundado, expandindo-se, posteriormente, rumo ao sul.

Durante a Idade Média, o Porto tornou-se um importante centro comercial, graças à sua localização estratégica no rio Douro. A cidade desempenhou um papel crucial no desenvolvimento da navegação e do comércio marítimo português.

Ao longo dos séculos, o Porto cresceu e se modernizou. Hoje, é uma cidade vibrante e cosmopolita, conhecida mundialmente pelo seu vinho do Porto, pela sua arquitetura histórica e pelas suas paisagens deslumbrantes.

Visitar o Porto: A cidade “Invicta”

O Porto também é conhecido como “Cidade Invicta”, pois durante a Revolução Liberal, no início do século XIX, resistiu às tropas de D.Miguel, irmão de D. Pedro IV que tentava usurpar o trono. A sucessora do trono, D. Maria II, filha de D. Pedro IV, concedeu o título de ”Invicta” à cidade, e essa denominação ainda é evidente no brasão municipal.

Visitar o Porto: Serralves
Museu Serralves e seu treetop

Não deixe de visitar no Porto, Portugal

Melhores museus de arte:

Museu Contemporâneo de Serralves

Localizado em uma zona nobre do Porto, próximo à Avenida da Boavista, o Museu Serralves oferece uma combinação de arte, arquitetura moderna e natureza.

Construído na década de 1930, foi residência da família do segundo Conde de Vizela e é considerada uma obra-prima da arquitetura Art Deco em Portugal. A área foi ampliada pelo arquiteto português Álvaro Siza Vieira, vencedor do Prêmio Pritzker de arquitetura.

O museu reúne exposições temporárias e permanentes de artistas contemporâneos de renome mundial. Outro destaque do espaço são os passadiços suspensos (Treetop Walk) que permitem aos visitantes caminhar entre as copas das árvores centenárias do espaço, espalhadas por seu belíssimo jardim.

Museu Soares dos Reis

Essa é uma opção totalmente lado B. Muitos residente locais desconhecem este espaço, mas que merece destaque. Soares dos Reis (1847–1889) foi um famoso escultor portuense que desempenhou um papel importante no desenvolvimento das artes plásticas em Portugal durante o período do romantismo, e foi um exímio escultor.

O Museu Nacional Soares dos Reis, nomeado em sua homenagem, abriga a melhor coleção de suas obras. Além de “O Desterrado” e «Flor do Agreste», o museu também exibe a figura tocante e gentil do “Conde de Ferreira” (1876).

O museu está localizado no Palácio dos Carrancas, construído entre 1795 e 1809 em estilo neoclássico. Um espaço que serviu de quartel-general a Soult durante a segunda invasão napoleônica. Além das obras de Saores de Reis reúne coleções de cerâmica, escultura, gravura, joalheria, móveis, pintura, têxteis e vidro de variados artistas.

Visitar o Porto: Igreja dos Clérigos
Igreja e Torre dos Clérigos

Igrejas mais bonitas do Porto, em Portugal

O Porto é um paraíso para os amantes da arte e arquitetura. Reúne mais de 40 igrejas e dezenas capelas de beleza singular, sobretudo aquelas em estilo barroco. Torna-se até difícil escolher somente uma ou duas para visitar. Mas deixamos aqui algumas recomendações.

Igreja de São Francisco

Construída no século XIII, a Igreja de São Francisco é predominantemente gótica, mas passou por uma reforma interna no século XVIII, quando suas paredes foram decoradas com talha de madeira coberta com ouro do Brasil. Não se sabe ao certo quantos quilos de ouro a igreja tem em suas paredes, mas fala-se em 600 quilos… Recomendamos a visita. Entrada paga: 8 euros.

Sé do Porto

É uma das mais antigas igrejas do Porto, construída no século XII, em estilo românico, em uma época em que Portugal se firmava como nação. Ao longo dos séculos também passou por reformas e sua lateral esquerda, em estilo barroco, ostenta uma bela decoração em azulejos azuis. Parte da ampliação é de autoria do famoso arquiteto italiano Nicolau Nasoni, o autor da icônica Igreja e Torre dos Clérigos. Entrada paga: 3,50 euros.

Igreja dos Clérigos

Outra jóia do barroco português, a igreja se destaca como uma solução arquitetônica inteligente do arquiteto Nicolau Nasoni que foi desafiado, no século XVIII, a construir em um terreno estreito, triangular e em uma ladeira. O resultado vale a sua visita. É possível subir ao topo da sua torre, de onde se tem uma bela vista 360º do centro histórico. Entrada paga na torre e museu: 8 euros. O acesso à igreja é gratuito.

Melhores lugares para ir com crianças no Porto

Os Jardins do Palácio de Cristal são um destino interessante tanto para adultos quanto para as crianças. Embora o palácio original tenha sido demolido na década de 50, ainda é possível caminhar entre árvores, flores e pavões (sim, há muitos pavões e patos a desfilar por lá) e desfrutar de uma belíssima vista da cidade. O espaço conta com uma capela, parque infantil, mesas de picnic, uma biblioteca pública equipada com internet wi-fi, um museu (Museu do Romântico) e até um restaurante com estrela Michelin, o Antiqvvm.

Para quem gosta de jardim zoológico, o Porto possui algumas opções. Entre eles: o Zoo da Maia e o
Zoo Santo Inácio
, este último famoso pelo seu túnel transparente que atravessa a jaula dos leões.

Há também um aquário do grupo Sea Life, pequenino, mas muito interessante, com direito a tubarões, pinguins e arraias gigantes.

Outra opção é o passeio de teleférico, que te leva do Cais de Gaia até os Jardins do Morro (e vice-versa), de onde se pode ter uma bela vista da cidade.

Melhores parques do Porto

O Parque da Cidade do Porto é o maior de Portugal, com 80 hectares. Reúne centenas de espécies vegetais e animais, lagoas, trilhas para caminhadas e até um museu (o Museu da Água).

Além deste, a cidade do Porto dispõe de muitos outros parques interessantes. O meu favorito é o Parque das Virtudes, que dispõe de uma vista espetacular do Rio Douro. O Jardim do Palácio de Cristal e o Jardim Botânico são outras opção excelentes.

Visitar o Porto: São Bento e Lello
Estação de São Bento e Livraria Lello

Monumentos obrigatórios

É claro que o visitante não é obrigado a fazer nada numa cidade. Mas se você quer dar “check” nos espaços mais icônicos da cidade, não deixe de visitar…

Estação de São Bento

A Estação de São Bento, construída no século XX, desempenhou um papel fundamental na prosperidade comercial do Porto, permitindo que os comboios chegassem ao centro da cidade e facilitassem o transporte de visitantes e mercadorias por todo o país. Foi considerada uma das 10 estações de trem mais belas do mundo pelo The Guardian, Lonely Planet e Condé Nast Traveler. A estação destaca-se pelos magníficos painéis de azulejos pintados à mão que adornam o saguão principal, retratando cenas históricas e paisagens pitorescas de Portugal.

Livraria Lello

Esqueça toda polêmica envolvendo essa histórica livraria e a passagem de JK Rowling pelo Porto. Embora a escritora tenha negado em seu Twitter ter se inspirado na Livraria Lello para compor os cenários de Harry Potter, a visita a esse espaço é quase que obrigatória. A atmosfera mágica e o acervo diversificado de livros cativam os amantes da literatura e os curiosos. Foi reconhecida como uma das livrarias mais belas do mundo, também pelo The Guardian e Lonely Planet. Sua arquitetura neo-gótica, vitrais e a famosa escadaria vermelha são de tirar o fôlego. É o espaço mais concorrido da cidade, por isso prepare-se para as filas.

Os mais belos miradouros da cidade

De todos os miradouros nenhum supera a Serra do Pilar, em Gaia, de onde se pode ter a mais bela vista da cidade do Porto. Para chegar lá basta cruzar a ponte Luis I pelo seu tabuleiro superior. Depois, é só caminhar até o Mosteiro da Serra do Pilar. É preciso disposição para encarar as ladeiras, mas vale muito a pena.

Para quem busca uma opção mais acessível (leia-se, menos cansativa), recomendo o Miradouro da Vitória, localizado próximo à Torre dos Clérigos. Oferece uma vista panorâmica espetacular sobre o Porto.

Se você gosta de vinho do Porto

O Cais de Gaia é o paraíso dos amantes do vinho. Lá estão localizados os armazéns de vinho do Porto, onde os barris, vindos do Alto Douro Vinhateiro, repousam até o seu consumo.

Qual das caves de vinho do Porto visitar? As opções são muitas!

Se quer algo mais sofisticado, fique com a Graham´s. Eles oferecem visita guiada, degustação em um espaço amplo e possuem um luxuoso restaurante, com luz natural e vista para o rio.

Se prefere algo mais econômico, aposte na Quevedo. Eles não oferecem visita guiada, apenas degustação e apresentações de fado.

A Graham´s cobra a partir de 35€. Já a Quevedo tem degustações a partir de 10€.

Se você quer passear no Rio Douro…

Os pequenos barcos turísticos que vemos na Ribeira oferecem um tour pelo rio. São muito semelhantes aos barcos rabelos tradicionais que, no passado, transportavam os barris de vinho do Porto. No entanto, estes reúnem todas as condições de segurança modernas.

O Cruzeiro das 6 Pontes permite admirar os principais monumentos ao longo das margens do rio Douro, incluindo as seis pontes que conectam Porto a Gaia. As informações são transmitidas por meio de uma gravação reproduzida dentro do barco. O preço desses passeios varia a partir de 15€ por pessoa, dependendo da época do ano. Grupos, por vezes, recebem descontos.

Jardim, Bolhão e Torre
Jardins do Palácio de Cristal, Mercado do Bolhão e Torre dos Clérigos

Se você quer ver o melhor do Centro Histórico em apenas 2 horas

Para quem praticamente não tem tempo na cidade e quer ver os principais monumentos, as ruas mais famosas e aprender um pouco sobre a história do Porto, uma opção é fazer um passeio guiado em Tuk Tuk. Este pequeno veículo é leve e pequeno, perfeito para as ruas estreitas e ladeiras do Porto. Sua capa em plástico transparente possibilita ver bem a cidade, mesmo em dias de chuva. Pode transportar até 6 pessoas, e é conduzido por guias turísticos, o que permite ao visitante saber mais sobre aa cidade.

Como se deslocar no Porto?

O Porto é uma cidade que oferece um excelente serviço de transporte público, sendo fácil se locomover pela cidade. O principal meio de transporte é o metrô, que aqui é chamado de metro. Para utilizá-lo é necessário adquirir um cartão individual chamado de Andante. Ele pode ser comprado em máquinas disponíveis nas estações, por 0,60€. A esse valor, soma-se a tarifa do metro, que custa a partir de 1,30€, dependendo da distância a ser percorrida (zonas).

Além do metro, os ônibus (chamados em Portugal de “autocarros”) também são uma ótima opção de transporte. É possível utilizar o mesmo cartão Andante para pagar a tarifa, ou adquirir a passagem diretamente com o motorista, dentro do veículo. No entanto, comprando a passagem diretamente com o motorista, o valor é mais alto (2,50€ em vez de 1,30€). É importante ressaltar que a mesma passagem pode ser usada para combinar o uso de metrô e ônibus dentro do período de uma hora.

Para quem prefere andar de táxi, essa pode ser uma opção vantajosa, já que a cidade é relativamente pequena e as tarifas são acessíveis. Se você está com pressa, essa pode ser a melhor opção para se deslocar pelo Porto.

Onde se hospedar no Porto: Centro Histórico ou Parte Moderna?

O Porto é uma cidade cativante que merece ser explorada com calma, por isso é altamente recomendável passar pelo menos uma noite aqui. A escolha do local de hospedagem pode influenciar muito na experiência da viagem. Você prefere ficar em um ambiente histórico na zona antiga ou em um lugar moderno? No Porto ou em Gaia?

Se hospedar no centro é mais charmoso, mas também costuma custar mais. Se você tiver um carro, talvez seja mais prático se afastar desta zona, onde estacionar é mais caro e difícil. Caso prefira ficar em Gaia, saiba que estará do outro lado do Rio Douro e terá que atravessar uma das 6 pontes sempre que for ao Porto.

Algumas recomendações de hospedagem no Porto

Hotel da Música

Onde: Mercado do Bom Sucesso, na Boavista
Categoria: 4 estrelas
Valor médio da diária: 100€
Porquê: Hotel confortável, moderno e muito bem localizado. Funciona dentro do Mercado do Bom Sucesso, um espaço coberto que reúne 40 lojas e restaurantes, com uma oferta de produtos típicos portugueses. Hospedado neste hotel você só terá fome se quiser. Além disso, está próximo à Casa da Música, icônico projeto arquitetônico portuense erguido no início do século XXI, e do CNAI/SEF. O Centro Histórico estará a uma distância de 2 km. Tudo acessível via metro, que fica a poucos metros do hotel.

Casa da Companhia

Onde: Rua das Flores
Rede: Intercontinental
Categoria: 5 estrelas
Valor médio da diária: 280€
Porquê: Está localizado na mais antiga – e também mais charmosa- rua do Porto, próximo ao metro (estação de São Bento). Seu edifício é de 1591, mas totalmente renovado por dentro. Luxuoso, possui um atendimento superior, com uma média de um funcionário por quarto. Luxuoso, mas intimista. Possui Spa, piscinas interior e exterior, banho turco, vista para a Catedral do Porto, e múltiplas salas de café da manhã com pequena capacidade para garantir a privacidade dos hóspedes. Se seu orçamento permite, essa seria a minha opção favorita.

Se Catedral Hotel Porto Tapestry Collection by Hilton

Onde: Sé do Porto, pertinho da Catedral
Rede: Hilton
Categoria: 4 estrelas
Valor médio da diária: 160€
Porquê: Ao lado da Estação de Metro São Bento, no Coração do Centro Histórico. O hotel possui decoração contemporânea com um ar jovem e depojado, mas sem perder o luxo, que está presente nos mínimos detalhes.

O que comer no Porto

A culinária portuguesa é muito variada. Inclui pratos à base de frutos do mar, carne de porco e aves, além de diferentes preparações à base de arroz. Também possui uma grande diversidade de queijos e vinhos premiados, além de sobremesas famosas, como o pastel de nata. Na cidade do Porto, dois pratos são particularmente renomados: a francesinha e as tripas à moda do Porto.

Para os amantes de frutos do mar, as marisqueiras de Matosinhos, cidade vizinha ao Porto, ou a antiga aldeia de pescadores da Afurada, em Gaia, são excelentes opções. Quer petiscar de tudo um pouco? Recomendamos o Mercado do Bom Sucesso e o Mercado do Bolhão, dois grandes mercados com variadas opções de gastronomia num só lugar.

Onde comer Francesinha

Onde: Restaurante Brasão (existem várias filiais: Aliados, Passos Manuel e Antas).

Quanto: O prato custa em torno de 15€.

O que é:Francesinha”, um prato típico do Porto, surgiu em 1950 pelas mãos de um emigrante português que se inspirou no famoso Croque-Monsieur francês. Consiste em sanduíches de pão de forma recheadas com mortadela, linguiça, carne vermelha e uma fatia de queijo derretido por cima, tudo coberto por um molho espesso e picante de cor alaranjada. Normalmente, é servido com um ovo de gema mole e acompanhado por batatas fritas.

Onde comer Tripas à Moda do Porto

Onde: Adega de São Nicolau, na Ribeira do Porto.

Quanto: O prato custa em torno de 15 €.

O que é: As Tripas à moda do Porto são uma receita tradicional que remete a uma lenda do tempo dos descobrimentos. A história conta que os habitantes da cidade ofereceram toda a carne para abastecer os navios que iriam partir para Ceuta, ficando apenas com miudezas e tendo que criar novas alternativas alimentares. Embora essa lenda seja provavelmente fictícia (o prato já existia antes disso), a alcunha de “tripeiro” surgiu em referência a ela. O prato é preparado com carne, tripas, enchidos e favas.

Onde comer Frutos do Mar

Onde: Marisqueira de Matosinhos

Quanto: Cerca de 30 euros por pessoa, dependendo do prato escolhido.

O que é: Dispõe de uma grande variedade de frutos do mar e pratos típicos da culinária portuguesa, como arroz de marisco, sapateira recheada, lavagante grelhado, grandes camarões da costa e até mesmo as tradicionais sardinhas assadas, além de uma grande variedade de peixes frescos.

Visitar o Porto: Ribeira
Ribeira do Porto

Todos os caminhos levam à Ribeira

Ainda que você passe por todos os locais listados neste artigo, uma visita ao Porto nunca estará completa se você não caminhar pela Ribeira, o bairro mais emblemático e turístico da cidade. A clássica imagem que vemos nas fotos da cidade, com casinhas coloridas e arcos é o retrato dessa zona secular, tão presente no imaginário popular. Não deixe de passear pelo Muro dos Bacalheiros até a Ponte Luis I. Aprecie as pitorescas paisagens ribeirinhas e absorva a atmosfera autêntica e encantadora deste local histórico.

*Silvia Resende é jornalista na Atlantic Bridge. Brasileira (da Bahia), chegou a Portugal em 2015 para construir uma nova vida junto com a sua família. É Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto. Já trabalhou como apresentadora de TV, repórter, produtora de eventos, relações-públicas e também foi guia de turismo no Porto. Seu spot favorito na cidade é o Jardim do Palácio de Cristal.

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Autor:

Atlantic Bridge

También te puede interesar:

Franquias em Portugal de baixo investimento: um negócio viável e rentável

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 9 min

26 de agosto, 2019

Housing prices

Portuguese Citizenship

There are several possibilities for granting and acquiring Portuguese citizenship. See the complete list here:

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 6 min

1 de junio, 2022

"Maximize your investment: earn 1% per month on your apartment in Europe with €10

Seu apartamento rendendo 1% ao mês na Europa por €10 Mil de entrada

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 7 min

16 de julio, 2019

Jovens abraçados: Estatuto de Igualdade

Estatuto de Igualdade de Direitos e Deveres Brasil Portugal

Saiba como funciona o Estatuto de Igualdade de Direito e Deveres, quais as suas vantagens e como solicitar o seu!

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Lectura: 5 min

30 de abril, 2024

I came to Portugal almost a decade ago. Today I am asked how my experience was. What are the advantages of moving to Portugal with children?

Mudar para Portugal com Filhos: Vantagens e Desvantagens

Mudei para Portugal há uma década. Hoje me perguntam como foi a minha experiência. Como é mudar para Portugal com filhos? Eu conto!

Autor:

Atlantic Bridge

Lectura: 7 min

2 de enero, 2023

Universidade de Granada, uma das melhores universidades da Espanha

Mejores Universidades de España

En busca de las mejores universidades de España donde podrás matricularte? Hemos reunido las principales. ¡Consulta precios y cómo ingresar!

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Lectura: 10 min

18 de marzo, 2024