/
/
/
Passaporte português é um dos melhores do mundo

11 de Janeiro, 2024

Passaporte português é um dos melhores do mundo

Descubra por que o passaporte português é um dos melhores do mundo, oferecendo inúmeras vantagens para seus portadores.
Descubra por que o passaporte português é um dos melhores do mundo
Leitura: 5 min

O passaporte português continua sendo considerado um dos melhores do mundo. No ínício de 2024 voltou a se destacar na Classificação Global de Passaportes. Segue ocupando a 4º colocação entre os mais poderosos para viajar e atualmente permite a entrada, sem necessidade de visto, em 191 países, 3 a mais que na última sondagem. A informação consta da última edição do Henley Global (Mobility Report 2024 Q1), um dos índices mais respeitados do mercado, que avalia o poder de mobilidade dos passaportes há 19 anos.

Na Atlantic Bridge ajudamos a solicitar os passaportes Português e Espanhol. Descubra se você é elegível, fale com nossos consultores!

Por que o Passaporte Português é um dos melhores do mundo?

O ranking global, atualizado em janeiro de 2024, está organizado de acordo com o número de países que seus cidadãos podem visitar sem a necessidade de visto. Um visto é uma autorização condicional concedida por um país a um estrangeiro para que ele possa entrar, permanecer dentro ou sair desse país. Quanto maior o poder de circulação, mais valioso é o seu passaporte.

Portugal, mais uma vez, está entre os melhores da lista, ocupando a quarta colocação, com um dos passaportes mais poderosos para viajar em 2024, que permite liberdade de acesso a 191 países. Essa lista inclui os Estados Unidos e o Canadá, que somente exigem uma autorização eletrônica (ESTA e eTA, respectivamente).

Esta liberdade para viajar possibilitada pela cidadania portuguesa se deve à vários fatores: Portugal não tem histórico de conflitos com outros países, pertence ao Espaço Schengen e à União Europeia, além de possuir relações diplomáticas históricas em vários continentes.

Conheça todos os vistos disponíveis para quem quer morar em Portugal

Como é desenvolvido o ranking dos passaportes?

O Henley Global Mobility Report avalia, a cada trimestre, os passaportes mais influentes do mundo, tendo em conta os dados fornecidos pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). Cada passaporte recebe uma pontuação de 1 se o titular não precisar de visto ou se puder obter um visto na chegada ou uma autorização eletrônica de viagem. Se for necessário um visto ou aprovação governamental antes da partida, a pontuação é 0. A classificação é determinada pelo número total de destinos que um passaporte permite visitar sem visto.

O ranking abrange 199 passaportes e 227 destinos internacionais. Considera fatores geopolíticos e questões globais como mudanças climáticas, cidadania diversificada e crises internacionais. A análise, conduzida por acadêmicos e especialistas, também leva em conta a reciprocidade no acesso a outros países.

Quer viver na Europa?

Concretizar seu objectivo de morar na europa ou ter cidadania europeia, pode ser mais simples do que você pensa. Oferecemos suporte personalizado para tornar o processo de imigração mais acessível e descomplicado.

Quais os países que possuem os melhores passaportes do mundo?

Em janeiro de 2024, os primeiros lugares foram ocupados por França, Alemanha, Itália, Japão, Singapura e Espanha que agora podem desfrutar de incríveis 194 destinos em todo o mundo sem visto – o número mais alto registrado desde que o Henley Passport Index começou a monitorar a liberdade de viagem global, há 19 anos.

A Finlândia e a Suécia ficaram empatadas com a Coreia do Sul em segundo lugar, com fácil acesso a 193 destinos.

A terceira posição, é ocupada pela Áustria, Dinamarca, Irlanda, e os Países Baixos (192 destinos). 

Bélgica, Luxemburgo, Noruega, Portugal e Reino Unido ocupam o 4º lugar (acesso a 191 países); enquanto enquanto Grécia, Malta e Suíça estão em 5º (190 países).

o passaporte dos EUA ficou em 7º lugar – juntamente com a Canadá e Hungria– proporcionando aos cidadãos viagens sem visto para 188 países.

Passaporte do Brasil ocupa a 17º posição no ranking

Entre os países da América Latina, o Chile lidera na 15ª posição, com liberdade de tráfego para 177 Estados aos seus cidadãos.

Logo atrás estão a Argentina (16º) e o Brasil, que subiu três posições, ocupando a 17ª classificação, com 174 e 173 países livres de visto, respectivamente.

Quais os piores passaportes do mundo?

As últimas colocações da lista são ocupadas por territórios na Ásia, na África e, sobretudo, no Oriente Médio. O Afeganistão aparece no fim da lista, em 104º lugar, com um passaporte que permite entrada livre em apenas 28 países. Entre os dez piores passaportes também aparecem os da Coreia do Norte (42 países não exigem visto), Nepal (40), do Paquistão (34) e da Síria (29).

O declínio do passaporte americano

Em 2014 o passaporte americano era o mais poderoso do mundo. Hoje ocupa a sétima posição, a mais baixa desde então. Isso ocorreu ao longo de uma década, abrangendo diferentes administrações e eventos como a pandemia e a recuperação lenta das viagens internacionais. O declínio do poder do passaporte americano se deve principalmente ao crescimento muito lento no acesso a outros países sem visto. Enquanto outras nações, como Singapura, expandiram significativamente suas opções de viagem, os Estados Unidos acrescentaram apenas 13 países em uma década. Isso é em parte devido à falta de reciprocidade de vistos, como evidenciado pela perda do acesso sem visto ao Brasil.

Além disso, os longos tempos de espera por vistos nos EUA afetaram o turismo e a economia. Enquanto o Canadá expande ativamente seu acesso a migrantes e visitantes internacionais, os EUA correm o risco de cair ainda mais no ranking, o que teria implicações econômicas significativas.

Leia também: Quem pode viajar para os Estados Unidos sem Visto?

A mobilidade entre países aumentou

Na primeira edição da pesquisa, realizada em 2006, a média global de países que podiam ser visitados sem vistos era de 57. Em 2024, esse número é praticamente o dobro. O progresso na mobilidade acontece sobretudo em contexto europeu, norte-americano e em países asiáticos mais poderosos.

No entanto, a disparidade entre os países líderes e os menos favorecidos é maior do que nunca, com Singapura, em primeiro lugar, superando o Afeganistão em 165 destinos. O relatório revela que apenas 6% dos passaportes em todo o mundo dão aos seus portadores acesso sem visto a mais de 70% da economia global.

O Relatório de Mobilidade Global Henley de 2024 enfatiza a relevância crucial do poder do passaporte e do acesso sem visto para impulsionar o desenvolvimento econômico. Facilitar a livre circulação de pessoas e capitais através das fronteiras internacionais facilita o investimento e o fluxo de talentos para onde são mais necessários, proporcionando o maior retorno.

Qual a vantagem de ter um passaporte forte?

Passaportes fortes não apenas beneficiam os cidadãos com maior liberdade financeira e de viagem, mas também tornam os países mais atraentes para investidores estrangeiros em busca de residência ou cidadania. Ao implementar programas de migração de investimento eficazes, as nações podem fortalecer sua posição no cenário global, atrair investimentos, reduzir dívidas públicas e financiar projetos sociais e de infraestrutura para o benefício de seus cidadãos.

Para cidadãos globais e empresários internacionais ter uma passaporte poderoso representa maior mobilidade econômica e mais oportunidades de negócios. Obtenha sua cidadania portuguesa e adquira um dos passaportes mais poderosos do mundo. Agende um horário com um dos nossos consultores.

*Silvia Resende é jornalista na Atlantic Bridge. Baiana, chegou a Portugal em 2015 para construir uma nova vida junto com a sua família. É graduada em Comunicação pela UFBa, no Brasil, e Mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. Já trabalhou como apresentadora de TV, repórter, produtora de eventos, relações-públicas e guia de turismo no Porto. Adora viajar e desbravar o patrimônio cultural de cada lugar por onde passa. Também é cidadã portuguesa, e possui um passaporte que lhe permite visitar 188 países livremente!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Autor:

Atlantic Bridge

Você pode gostar também:
Learn which are the best sites for renting a house in Portugal

Alojamento sem burocracia em Portugal: conheça a Uniplaces

Uniplaces is an online platform for finding accommodation in Portugal without bureaucracy, as it does not require guarantors and proof of income.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 5 min

30 de Agosto, 2022

If you are looking for luxury homes for sale in Lisbon

Casas de Luxo para Venda em Lisboa: Guia para Garantir a Sua

Se você busca casas de luxo à venda em Lisboa, saiba que não é o único: a capital portuguesa é a segunda mais procurada na Europa para investimentos desse tipo.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 12 min

22 de Outubro, 2022

Ação Judicial de Oposição à Nacionalidade Portuguesa: Do que se trata e como proceder?

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 3 min

6 de Setembro, 2016

Assistência Médica para Brasileiros em Portugal: Conhece o PB-4?

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 3 min

30 de Agosto, 2016

Laços de Efetiva Ligação à Comunidade Portuguesa

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 8 min

20 de Outubro, 2017

Residência médica em Portugal: guia completo para médicos estrangeiros

Planeja retomar sua carreira médica em Portugal? Veja aqui o passo-a-passo para como fazer uma residência médica no país.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 6 min

28 de Agosto, 2019