/
/
Culinária Espanhola: O Melhor da Comida Típica da Espanha

12 de Fevereiro, 2024

Culinária Espanhola: O Melhor da Comida Típica da Espanha

Descubra o melhor culinária espanhola: curiosidades históricas, pratos icônicos e dieta mediterrânea. Saiba por que a comida típica da Espanha é reconhecida mundialmente.
Prato de Paella que é prato da Culinária Espanhola: O Melhor da Comida Típica da Espanha
Leitura: 7 min

Culinária Espanhola. Duas palavrinhas que evocam uma viagem por pratos deliciosos, restaurantes premiados e uma dieta equilibrada. A Espanha foi reconhecida como a nação com a alimentação mais saudável do mundo! O que torna a Comida Típica da Espanha tão especial? Nesse artigo vamos falar um pouco sobre a riqueza de sabores espanhóis, quais os pratos mais famosos e as iguarias que você precisa experimentar assim que chegar ao país!

Culinária espanhola: Comida reconhecida internacionalmente

A Espanha sempre se destacou no panorama gastronômico global, ostentando mais de 250 restaurantes com estrelas Michelin. Muitos desses estabelecimentos estão associados a renomados chefs premiados, como os espanhóis Dabiz Muñoz e Albert Adrià, que conquistaram as duas primeiras posições no “The Best Chef Awards” em 2023. Além disso, a Espanha figura consistentemente entre sites especializados como o Taste Atlas. Em resumo, o país é um verdadeiro paraíso para os apreciadores de alta gastronomia.

Composto por diversas regiões, cada uma delas apresenta suas próprias especialidades culinárias. A Espanha é reconhecida por sua rica diversidade de sabores, utilização de ingredientes frescos e a aplicação de técnicas tradicionais de preparo. Pratos icônicos como paella, gazpacho, tapas, churros e o famoso jamón (presunto) são internacionalmente conhecidos, contribuindo significativamente para a reputação do país. Além disso, a ênfase na qualidade dos ingredientes, incluindo azeite de oliva, frutos do mar frescos, presuntos curados e vinhos excepcionais, desempenha um papel crucial na excelência da gastronomia espanhola.

Quer viver na Europa?

Concretizar seu objectivo de morar na europa ou ter cidadania europeia, pode ser mais simples do que você pensa. Oferecemos suporte personalizado para tornar o processo de imigração mais acessível e descomplicado.

Dieta Mediterrânica e Comida Típica Espanhola

A Espanha foi reconhecida como o país mais saudável do mundo pelo Bloomberg Healthiest Country Index. O índice avalia até 169 nações com base em diversos indicadores e estudos da ONU, Banco Mundial e Organização Mundial da Saúde. Essa classificação é atribuída em grande parte ao estilo de vida espanhol, centrado na dieta mediterrânea, conhecida por trazer benefícios para a saúde de uma forma geral. Diminui o risco de doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e doenças degenerativas. Também ajuda a emagrecer, controla o açúcar no sangue e diminui o risco de diabetes. 

A dieta mediterrânea na Espanha é uma experiência gastronômica rica, destacando receitas variadas e locais para desfrutar de alimentos deliciosos e, acima de tudo, saudáveis. Ingredientes essenciais incluem o famoso azeite de oliva, conhecido como “ouro líquido”, vegetais, frutas, frutos secos, peixes e pratos típicos como saladas frescas no verão, cozidos quentes no inverno e a icônica paella, entre outros pratos saudáveis.

Leia também: 10 Cidades Mais Baratas da Espanha

Origem histórica da culinária espanhola

A diversidade culinária espanhola reflete sua rica história, marcada por influências de celtas, fenícios, gregos, romanos, árabes, judeus e cristãos. No entanto, o período da Reconquista, marcado pela imposição do Cristianismo teve impacto significativo na alimentação. E a Inquisição, estabelecida em 1480, desempenhou um papel crucial na moldagem da gastronomia espanhola. A proibição de certos alimentos associados a tradições judaicas e muçulmanas resultou em mudanças na dieta. 

A carne suína, por exemplo, tornou-se proeminente, incentivada pela Igreja como forma de verificar a conformidade religiosa. O coentro, uma erva amplamente utilizada pelos muçulmanos, foi perseguido pela Inquisição, levando ao predomínio do perejil (salsa) na culinária. Até mesmo o consumo de vinho foi monitorado, servindo como indicador da fé das pessoas.

 Além disso, os períodos de jejum e oração impostos pela Igreja influenciaram pratos tradicionais espanhóis, como o Gazpacho e a Paella, que se tornaram fundamentais durante esses períodos de abstinência religiosa. 

Principais pratos da culinária espanhola

Paella 

A Paella é um prato tradicional da culinária espanhola, especificamente da região de Valência. Sua origem remonta aos séculos XV e XVI. Nessa época, os camponeses saíam para trabalhar no campo levando apenas arroz, azeite de oliva e sal. Eles usavam uma panela redonda, rasa, com duas alças, chamada de “Paella”, para cozinhar.

Os ingredientes da Paella variam, mas a receita tradicional inclui arroz, açafrão, azeite de oliva e uma variedade de carnes e legumes. A carne pode ser de frango, coelho ou pato, e os legumes incluem feijão verde, tomate e às vezes pimentão. Além disso, a Paella pode incluir frutos do mar, como camarões, lulas, vôngoles, mexilhões, lagostins e polvo.

A Paella é um prato festivo que os espanhóis saboreiam em datas marcantes como casamentos, aniversários, batizados, feriados religiosos e finais de semana.

Cocido Madrilleño: especialidade da gastronomia da Espanha

Cocido Madrileño 

O Cocido Madrileño é um prato clássico da culinária espanhola, originário de Madrid, cuja origem é incerta, possivelmente derivando da olla podrida manchega ou do ensopado judeu adafina. 

Os ingredientes do Cocido Madrileño variam, mas a receita tradicional inclui grão-de-bico, diversas verduras e carnes. As carnes podem ser de frango, porco ou bovino, e os vegetais incluem repolho, cenoura, nabo, feijão-verde, acelga, cardo e batatas.

Além disso, o Cocido Madrileño pode incluir embutidos como chouriço e morcela. Este prato rico em calorias é apreciado nos meses frios de inverno, sendo servido em três partes: sopa, grão com verduras e batatas, e as diversas carnes.

Gazpacho, prato típico da gastronomia espanhola

Gazpacho 

Uma sopa fria tradicional da região de Andaluzia, Estremadura e Castela-Mancha. É composta por tomate, alho, pepino, azeite de oliva e pão. Dizem que sua receita original não continha tomates, um dos ingredientes mais emblemáticos da receita moderna. Era composto de pan remojado em água, azeite e vinagre, ao qual às vezes se adicionava alho ou amêndoas. Os melhores Gazpachos da Espanha são feitos nas cidades da região sul do país. 

tortilla espanhola na lista dos melhores da comida típica da Espanha

Tortilla Española

Esta deliciosa omelete é feita com ingredientes simples, destacando-se pela combinação de ovos, batatas e cebolas. A receita básica consiste em fatias finas de batata e cebola cozidas em azeite de oliva, misturadas com ovos batidos e temperadas com sal.

O preparo da tortilla espanhola envolve fritar as batatas e cebolas até ficarem macias, em seguida, misturar com os ovos batidos. A mistura é despejada em uma frigideira e cozida dos dois lados até adquirir uma consistência firme, porém ainda suculenta por dentro.

Pulpo a la gallega: culinária espanhola

Pulpo a la Gallega 

O Pulpo a la Gallega é um prato típico da região da Galícia, no noroeste da Espanha. A base do prato é o polvo, que é cozido até ficar macio e depois fatiado. Além do polvo, os ingredientes principais incluem batatas, páprica e azeite de oliva.

Tapas 

A origem das tapas tem várias histórias associadas, mas uma das mais comuns remonta ao século XIII ou XIV. Diz-se que, durante o reinado de Alfonso X, também conhecido como Alfonso, o Sábio, em Castela, Espanha, uma lei foi promulgada para garantir que as tabernas servissem comida com bebidas alcoólicas para evitar os efeitos do álcool no estômago vazio.

Para facilitar o cumprimento dessa lei, as porções de alimentos eram colocadas sobre as taças ou copos, atuando como uma “tampa” (tapa em espanhol) para proteger a bebida. Isso eventualmente evoluiu para a prática generalizada de servir pequenas porções de alimentos junto com bebidas. 

As tapas podem abranger uma ampla variedade de alimentos. Desde frutos secos, castanhas, até presunto, calamares, queijos, patês, entre outros. 

A cultura das tapas também envolve o aspecto social, incentivando as pessoas a compartilharem pequenas porções enquanto desfrutam de conversas e companhia. Em muitos lugares, especialmente no sul da Espanha, é comum que as tapas sejam oferecidas gratuitamente quando se pede uma bebida, uma tradição conhecida como “tapa grátis” ou “tapa de cortesia”.

Calamares a La Romana

Os Calamares a La Romana são um prato muito comum e apreciado na culinária espanhola. Este prato é composto por anéis de lula que são empanados e fritos. Muitas pessoas gostam de servir os Calamares a La Romana com aioli, maionese e algumas gotas de suco de limão. Eles são os protagonistas do sanduíche mais típico e famoso de Madrid e também de muitos outros lugares, o bocadillo de calamares.

Jamón 

O Jamón Serrano, principal produto da Espanha, nasceu da necessidade de conservar os alimentos. Os porcos foram trazidos pelos fenícios em 1100 a.C., e foi então que, usando a salga, uma técnica para conservar os alimentos, foi criado este delicioso alimento que os romanos popularizaram por toda Europa. Hoje o jamon espanhol é o mais famoso do mundo e não pode ficar de fora do cardápio de quem visita o país.

Leia também: 7 Pratos da Culinária Lusitana que Você Precisa Conhecer

Comida típica da Espanha ao seu alcance!

A culinária espanhola vai além de ser uma mera experiência para o paladar é um testemunho vivo da história, das tradições e da paixão que os espanhóis investem em cada prato. Ao saborear um prato de Calamares a La Romana em Madrid ou apreciar um autêntico Jamón Serrano, mergulhamos não apenas em um banquete para os sentidos, mas em uma celebração vibrante da riqueza e diversidade que fazem da Espanha um destino gastronômico incomparável.

Para aqueles que sonham em fazer da Espanha não apenas um destino culinário, mas um lar, há uma porta aberta para viver entre esses sabores extraordinários. Se você não tem cidadania espanhola, descobrir o visto ideal para o seu perfil pode ser a chave para desfrutar da vida em terras espanholas. Conheça nossos artigos especiais sobre visto para detendores de rendas passivas (como é o caso dos aposentados) e o visto para aqueles que desempenham teletrabalho (nômades digitais). A Atlantic Bridge está pronta para orientar nessa jornada, tornando o sonho de viver na Espanha uma realidade. Clique aqui para agendar uma consulta com um de nossos especialistas. ¡Hasta la próxima aventura culinária e além, onde os sabores da Espanha podem se tornar uma parte indelével do seu cotidiano!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Você pode gostar também:
O Golden Visa e o Visto D7 são dois vistos que têm alguns pontos em comum

Golden Visa ou Visto D7 para Portugal: Saiba Qual Caminho Seguir

O Golden Visa e o Visto D7 são dois vistos que têm alguns pontos em comum, como a possibilidade de viver em Portugal. Saiba mais!

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 10 min

24 de Março, 2021

Discover the Bitcoin beach in Portugal

Na praia de Bitcoin em Portugal, o Crypto Optimism ainda reina

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 6 min

29 de Setembro, 2022

Is Portugal about to overtake Estonia as the next Technological Tiger? All indications are that it is.

Portugal: o próximo Tigre Tecnológico?

Estará Portugal prestes a ultrapassar a Estónia como o próximo Tigre Tecnológico? Tudo indica que sim.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 4 min

19 de Outubro, 2022

Clarify all your doubts about the Golden Visa Portugal: minimum investment amounts

Guia Definitivo do Golden Visa Portugal 2024- FAQ

Esclareça todas as suas dúvidas sobre o Golden Visa Portugal: valores mínimos para investimento, modalidades, requisitos, vantagens.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 7 min

19 de Fevereiro, 2024

Homem sentado em uma pilha de papeis em arquivo público para encontrar certidoes de antepassados

Busca Documental em Portugal: Encontrar Certidões de antepassados

Descubra a facilidade da busca documental em Portugal para encontrar certidões de antepassados e iniciar o processo de cidadania portuguesa.

Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Leitura: 6 min

30 de Janeiro, 2024

Golden Visa Portugal for 280 thousand euros? The property needs to be in a low population density area

Conheça o Golden Visa Portugal de 280 Mil Euros

Golden Visa Portugal por 280 mil euros? O imóvel precisa estar em área de baixa densidade populacional, em uma ARU, ou ter mais de 30 anos.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 5 min

20 de Abril, 2022