/
/
Nacionalidade Portuguesa para Pais de Português

11 de Março, 2024

Nacionalidade Portuguesa para Pais de Português

Saiba mais sobre a obtenção da Nacionalidade Portuguesa para Pais de Português (através do filho): quando é possível e quais os requisitos.
Comboio em Portugal
Leitura: 5 min

É possível pedir nacionalidade portuguesa para pais de português? Em outras palavras, quem tem um filho com nacionalidade portuguesa pode solicitar a sua cidadania?

Pode parecer uma questão incomum, e até improvável, mas é uma pergunta mais frequente do que se pensa. Afinal, como pode um filho ser português e os pais não? Existem alguns casos. E em muitos deles, a lei oferece alguma facilidade para que os pais obtenham a cidadania portuguesa ou residam legalmente em Portugal.

No presente artigo, detalharemos as disposições da legislação atual para tais situações.

Ascendência ou Descendência?

Antes, cabe uma breve explicação sobre a diferença entre essas palavrinhas que, constantemente, são confundidas quando se fala em cidadania.

Ascendência: Refere-se à origem e está relacionada com os antecedentes familiares: pais, avós e outros ascendentes. Por exemplo, se alguém nasceu em Portugal e tem pais ou avós portugueses, essa pessoa tem ascendência portuguesa.

Descendência: Está ligada aos descendentes (vem depois) de uma pessoa, ou seja, filhos e netos.

Se o seu pai é português:
1. Você é descendente de um português.

2. Seu pai é o seu ascendente português.

Mãe com bebê, busca na internet nacionalidade portuguesa para pais de portugues, através do filho

Nacionalidade Portuguesa Através do Filho Português?

Dá para conseguir a nacionalidade Portuguesa a partir do filho português? Ou seja, pode-se adquirir nacionalidade por ser ascendente de um cidadão português?

Primeiramente, é importante saber:

  1. Como seu filho obteve a nacionalidade portuguesa?
  2. Por que você, pai ou mãe, não tem a nacionalidade portuguesa?

Nacionalidade Portuguesa para pais de filho nascido em Portugal

O caso mais comum é o do imigrante estrangeiro que mora no país e cujo filho nasceu em solo português, adquirindo, assim, a cidadania portuguesa originária. 

De acordo com a lei vigente (Artigo 1º, f), da Lei 37/81, de 03 de Outubro, com as alterações trazidas pelo Decreto-Lei n.º 26/2022), para que a criança tenha esse direito, é necessário que um dos pais: 

  • Resida em Portugal sem autorização de residência há pelo menos um ano.
    ou
  • Esteja legalmente no país, independente do período de permanência.

Nesses casos, a cidadania originária é possível ao filho. Explicamos mais detalhes em nosso artigo sobre cidadania para nascidos em Portugal

Essas mesmas alterações na lei, ocorridas em 2022, possibilitaram aos pais solicitar a nacionalidade portuguesa por naturalização após residirem no país por pelo menos 5 anos, independentemente de título de autorização. 

Oras, mas quem mora no país por cinco anos, não pode fazer o pedido por tempo de residência? Qual a vantagem aqui?

Essa oportunidade é vantajosa para aquelas famílias que viveram por longos períodos em Portugal sem uma autorização de residência válida. Vale lembrar que a obtenção da cidadania por tempo de residência exige que o requerente resida em Portugal por pelo menos 5 anos*. E mesmo com as alterações atuais, ainda é necessário estar legalizado no país para fazer o pedido.

*Cabe lembrar que existem outros requisitos: ter mais de 18 anos, ter conhecimentos no idioma português e não ter estado envolvido em atividades terroristas nem ter sido condenado a crimes com pena superior a 3 anos (ter ficha criminal limpa). 

Quer viver na Europa?

Concretizar seu objectivo de morar na europa ou ter cidadania europeia, pode ser mais simples do que você pensa. Oferecemos suporte personalizado para tornar o processo de imigração mais acessível e descomplicado.

Comprovar 5 anos de residência sem título em Portugal

Para comprovar 5 anos de residência em Portugal sem um título de Autorização de Residência (AR) ou Manifestação de Interesse (MI), existem algumas opções:

  • Conseguir um atestado da Junta de Freguesia. Esse atestado serve como prova de residência.
  • Comprovantes de Cumprimento de Obrigações contributivas ou fiscais perante a Segurança Social ou a Autoridade Tributária. Isso pode incluir declarações de imposto de renda, comprovantes de pagamento de contribuições sociais ou outros documentos relacionados.
  • Comprovantes de frequência Escolar, caso tenha filhos em idade escolar ou caso esteja, vocês mesmo estudando. Podem ser declarações da escola ou outros documentos relacionados à educação.

Teve filho com português(a) mas não está casado(a)

Nesses casos, a lei não prevê a concessão automática de cidadania. Se não está casado(a) com português, nem possui união estável, a alternativa para alcançar a cidadania portuguesa seria morar em Portugal. 

Tendo um filho português originário você está legalmente autorizado(a) a viver no país. Estará autorizado(a) a morar, estudar, trabalhar e dispor de todos os serviços sociais, como um cidadão português. Após 5 anos residindo no país, poderá pedir a cidadania por tempo de residência, caso preencha os demais requisitos. E nem precisa ser uma residência legal. Ou seja, ainda que você não possua título de residência ou tenha feito uma manifestação de interesse, ainda poderá pleitear a cidadania por naturalização:

Artigo 6º, nº 8 – O Governo pode conceder a nacionalidade, por naturalização, com dispensa do requisito estabelecido na alínea b) do n.º 1, aos indivíduos que sejam ascendentes de cidadãos portugueses originários, aqui tenham residência, independentemente de título, há pelo menos cinco anos imediatamente anteriores ao pedido e desde que a ascendência tenha sido estabelecida no momento do nascimento do cidadão português.

Filho conseguiu cidadania portuguesa através do casamento

Da mesma forma, a lei não prevê a concessão automática de cidadania aos pais de estrangeiros que se naturalizaram portugueses através do casamento (cidadania derivada). Nesse caso, pode haver uma facilitação do acesso à autorização de residência, caso o filho em questão decida morar em Portugal e incluir o ascendente como dependente. Existem outros requisitos a cumprir, de acordo com a Lei que regulamenta o direito dos cidadãos da União Europeia e seus familiares (Lei 37/2006 de 09 de Agosto), para que os pais de cidadãos que obtiveram a cidadania portuguesa derivada. Caso os pais tenham menos de 65 anos, precisam comprovar (por exemplo, através de transferências bancárias para o país de origem, declaração do Estado de origem declarativa, que não recebem qualquer pensão ou apoio financeiro) que são dependentes financeiros do filho. Este requisito é dispensado quando o ascendente possui mais de 65 anos.

Ter um filho português facilita a residência em Portugal

Possuir um filho português pode simplificar o processo de residência em Portugal. Se você não se enquadra em casos que permitem acesso direto à cidadania portuguesa, ainda é possível buscar a residência em Portugal como um passo intermediário para a naturalização, pois há a possibilidade de obtenção da autorização de residência, com dispensa de visto, para quem tenha filhos menores com nacionalidade portuguesa sobre os quais exerçam efetivamente as responsabilidades parentais e a quem assegurem o sustento e a educação (artigo 122, k, da Lei de Estrangeiros – Lei 23/2007, de 04 de Julho). 

Não se encaixa em nenhum desses exemplos? Envie sua dúvida para nosso time de especialistas. Preencha nosso formulário e forneça detalhes sobre como seu filho(a) adquiriu a cidadania portuguesa e seus planos para obter a sua própria. Nossa equipe irá ajudá-lo a encontrar o melhor caminho.

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Silvia Resende

Autor:

Silvia Resende

Você pode gostar também:
Descubra como solicitar a equivalência de diploma médico em Portugal e trabalhar no país. Atlantic Bridge oferece informações completas.

Reconhecimento de especialidade médica em Portugal: saiba como pedir

Descubra como solicitar reconhecimento de especialidade médica em Portugal com nosso guia detalhado - Atlantic Bridge.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 5 min

28 de Agosto, 2019

O Golden Visa e o Visto D7 são dois vistos que têm alguns pontos em comum

Golden Visa Portugal: saiba quem pode solicitar e quais são as regras

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 7 min

22 de Janeiro, 2019

Têm direito à cidadania espanhola filhos e netos de espanhóis

Cidadania Espanhola: Descubra Se Você Tem Direito

Têm direito à cidadania espanhola filhos e netos de espanhóis, residentes legais e nascidos em solo Espanhol.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 7 min

30 de Maio, 2023

Existem várias opções de lugares para morar

Golfe em Portugal: Melhores Opções Para Jogar e Morar

Existem várias opções de lugares para morar, perto de campos de golfe em Portugal. Conheça os melhores campos e lugares onde viver e praticar este esporte!

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 6 min

11 de Setembro, 2023

Thinking of having an experience outside Brazil and are considering an exchange program in Portugal? Learn here how to live this experience.

Intercâmbio em Portugal: como fazer e quais os custos

Pensa em ter uma experiência fora do Brasil e está considerando fazer um intercâmbio em Portugal? Saiba aqui como viver essa experiência.

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 9 min

26 de Setembro, 2022

Living in Spain or Portugal? Both the Portuguese and the Hispanic countries have advantages and disadvantages. They also have things in common: incredible landscapes and wonderful cuisine! See here the comparison between them!

Morar na Espanha ou Portugal? Saiba qual é melhor para viver

Morar na Espanha ou Portugal? Tanto o país luso quanto o país hispânico possui vantagens e desvantagens. Eles também têm coisas em comum: paisagens incríveis e gastronomia maravilhosa! Veja aqui a comparação entre eles!

Autor:

Atlantic Bridge

Leitura: 11 min

9 de Maio, 2023